Meteorologia

  • 17 ABRIL 2021
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 23º

Edição

António Saraiva reeleito presidente da CIP para o triénio 2020-2022

O atual presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal, António Saraiva, foi hoje reeleito presidente da instituição, depois da lista única presente a votação, por si encabeçada, ter sido eleita para o triénio 2020-2022.

António Saraiva reeleito presidente da CIP para o triénio 2020-2022
Notícias ao Minuto

19:59 - 05/03/20 por Lusa

Economia CIP

"A lista única presente a votação foi eleita com a maior participação de sempre dos associados da CIP, consolidando assim o projeto da atual direção" liderada por António Saraiva, pode ler-se num comunicado hoje enviado à comunicação social.

As eleições de hoje, que contaram com a participação de 87% dos associados da confederação empresarial, contabilizando 585 votos, elegeram a direção, liderada por António Saraiva, a mesa da Assembleia-Geral e Conselho Fiscal, presididos por Salvador de Mello, do Conselho Fiscal, encabeçado por Bruno Bobone.

"Na sequência das recentes alterações estatutárias, aprovadas em 11 de novembro em assembleia-geral, a direção deixou de emanar do Conselho Geral, tendo sido eleita diretamente pelos associados", pode ainda ler-se no comunicado hoje divulgado.

A CIP foi fundada em julho de 1974, então como Confederação da Indústria Portuguesa, e António Saraiva é presidente desta associação empresarial desde 2010, ano em que a então Confederação da Indústria Portuguesa se juntou à AEP - Associação Empresarial de Portugal e Associação Industrial Portuguesa - Confederação Empresarial (AIP-CE) e formou a atual configuração de CIP - Confederação Empresarial de Portugal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório