Meteorologia

  • 23 ABRIL 2024
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 24º

Covid-19: Banco Mundial anuncia ajuda de 12 mil milhões de dólares

O Banco Mundial (BM) vai disponibilizar 12.000 milhões de dólares (cerca de 10.786 milhões de euros) para ajudar os países que enfrentam impactos económicos e de saúde provocados pela epidemia do coronavírus.

Covid-19: Banco Mundial anuncia ajuda de 12 mil milhões de dólares
Notícias ao Minuto

13:14 - 04/03/20 por Lusa

Economia Coronavírus

"Estamos a trabalhar para oferecer uma resposta rápida e flexível baseada nas necessidades dos países em desenvolvimento na hora de encarar a expansão do Covid-19", afirmou na terça-feira o presidente do BM, David Malpass, numa conferência telefónica para dar a conhecer o pacote de financiamento.

O presidente do BM sublinhou que o pacote de ajuda inclui "assessoria de medidas de financiamento de emergência e assistência técnica", incluindo o fortalecimento da vigilância, a formação de trabalhadores sanitários e favorecer o acesso a tratamento para os mais pobres.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro, na China, e que pode causar infeções respiratórias como pneumonia, provocou cerca de 3.200 mortos e infetou mais de 93 mil pessoas em 78 países, incluindo cinco em Portugal.

Das pessoas infetadas, cerca de 50 mil recuperaram.

Além de 2.983 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Hong Kong, Taiwan, Austrália, Tailândia, Estados Unidos da América e Filipinas.

Um português tripulante de um navio de cruzeiros está hospitalizado no Japão com confirmação de infeção.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) confirmou cinco casos de infeção, dos quais quatro no Porto e um em Lisboa.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco para "muito elevado".

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório