Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Bolsas europeias em forte baixa devido ao novo coronavírus

As principais bolsas europeias estavam hoje em forte baixa, devido de novo aos receios da expansão do coronavírus a nível global e das consequências económicas da mesma.

Bolsas europeias em forte baixa devido ao novo coronavírus
Notícias ao Minuto

09:32 - 27/02/20 por Lusa

Economia Covid-19

Cerca das 9h15 em Lisboa, o EuroStoxx 600 descia 0,21% para 395,86 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt recuavam 2,18%, 1,78% e 2,15%, bem como as de Madrid e Milão, que desciam 2,07% e 2,14%.

Depois de ter aberto em baixa, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 09:15, o principal índice, o PSI20, recuava 1,39% para 5.040,21 pontos.

As praças europeias arrancaram hoje com novas quedas depois da bolsa de Wall Street ter terminado mista na quarta-feira.

Na Ásia, a tendência foi similar, já que ainda que o mercado de Xangai tenha subido 0,21% e terem sido confirmadas menos mortes pelo coronavírus, Tóquio perdeu 2,13%.

O Governo nipónico recomendou o cancelamento durante duas semanas todos os eventos culturais e desportivos para evitar a propagação do vírus.

As autoridades da China, origem do surto, asseguraram que confiam ter a epidemia controlada em finais de abril.

Até à data, na China já morreram pelo coronavírus um total de 2.744 pessoas e o número de casos de infetados é de 78.497.

Em Itália já morreram 12 pessoas e em França duas.

Neste contexto o preço do petróleo Brent, de referência na europa, estava a cair mais de 1%.

Além do coronavírus, os investidores estão hoje pendentes da publicação de indicadores macroeconómicos relevantes como o da evolução do Produto Interno Bruto (PIB) e dos pedidos de subsídio de desemprego dos Estados Unidos.

Perante os receios da propagação do Covid-19, os investidores continuam a optar por valores seguros como o dólar, fazendo com que o euro se mantenha em níveis próximos de mínimos desde abril de 2017, ou o ouro, que continua a subir para novos máximos desde o início de 2013.

Na quarta-feira, a bolsa de Nova Iorque terminou com o Dow Jones a cair 0,46% para 26.957,59 pontos, contra 29.551,42% em 12 de fevereiro, atual máximo desde que foi criado em 1896.

Em sentido contrário, o Nasdaq fechou a subir 0,17% para 8.980,77 pontos, contra 9.817,18 pontos na quarta-feira, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0930 dólares, contra 1,0879 dólares na quarta-feira e 1,0792 dólares em 10 de fevereiro, atual mínimo desde 24 de abril de 2017.

O barril de petróleo Brent para entrega em abril de 2020 abriu hoje em baixa, a cotar-se a 52,69 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, um mínimo desde setembro de 2017, contra 53,43 dólares na quarta-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório