Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Eurogrupo escolhe finlandês para presidir ao seu Grupo de Trabalho

O Eurogrupo nomeou hoje o finlandês Tuomas Saarenheimo para presidir ao Grupo de Trabalho do Eurogrupo, órgão responsável pela preparação das reuniões dos ministros das Finanças da zona euro, anunciou Mário Centeno.

Eurogrupo escolhe finlandês para presidir ao seu Grupo de Trabalho
Notícias ao Minuto

17:24 - 17/02/20 por Lusa

Economia Eurogrupo

Em 29 de janeiro passado, o presidente do Eurogrupo anunciou que o anterior presidente do Grupo de Trabalho, o holandês Hans Vijlbrief, lhe comunicou a renúncia ao cargo, para o qual havia sido reeleito em dezembro último -- para ocupar o posto de secretário de Estado das Finanças da Holanda -, havendo então a necessidade de encontrar um sucessor, o que sucedeu hoje com a designação de Saarenheimo.

Na sua conta oficial na rede social Twitter, Mário Centeno aponta que Tuomas Saarenheimo tem vasta "experiência" e "um 'background' económico forte", tendo mostrado "grande capacidade para alcançar compromissos" durante o seu trabalho tanto no Grupo de Trabalho do Eurogrupo como durante a presidência finlandesa do Conselho da UE, no segundo semestre de 2019.

"A nossa agenda para os próximos meses é exigente, designadamente ao nível de novos passos para completar a União Económica e Monetária. Estou desejoso de trabalhar com ele para obtermos resultados", escreveu Centeno.

O Grupo de Trabalho do Eurogrupo é uma instância preparatória das reuniões do fórum de ministros das Finanças da zona euro, composta por representantes dos Estados-membros da área do euro que integram o Comité Económico e Financeiro e por representantes da Comissão Europeia e do Banco Central Europeu, e presta assistência ao Eurogrupo e ao seu presidente na preparação dos debates ministeriais.

Mário Centeno foi eleito em dezembro de 2017 presidente do Eurogrupo para um mandato de dois anos e meio, que terminará assim no final do primeiro semestre do corrente ano, não tendo ainda o ministro das Finanças português anunciado se vai ou não candidatar-se a um segundo mandato.

Contudo, hoje mesmo, à chegada à reunião dos ministros das Finanças do euro, em Bruxelas, Centeno garantiu que a teoria de que está de saída da liderança do Eurogrupo, e que disso mesmo já terá dado conta informalmente aos seus colegas, "não faz sentido nenhum".

"Isso não faz sentido nenhum [...] Essa afirmação que me refere não faz sentido nenhum. Eu estou de pleno poder como presidente do Eurogrupo, é essa a minha função, é nisso que eu estou focado, e é para isso que, mais uma vez, estamos aqui [no Conselho, em Bruxelas]. Temos uma agenda muito cheia de tópicos e muito importantes para a área do euro", declarou, quando questionado sobre uma recente declaração do antigo líder do PSD Marques Mendes.

Em 09 de fevereiro passado, no seu habitual comentário de domingo na SIC, Marques Mendes afirmou que o ministro das Finanças vai deixar o Governo, rumo ao Banco de Portugal, e até já se despediu do Eurogrupo, tendo comunicado de forma informal aos seus colegas que não concorreria a um segundo mandato, teoria hoje negada por Mário Centeno.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório