Meteorologia

  • 28 NOVEMBRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

"Os números falam por si: É o 3º ano consecutivo que convergimos com UE"

O primeiro-ministro considerou hoje que a economia portuguesa registou um crescimento de 2% em 2019, que foi "particularmente forte" na parte final do ano e acima das previsões de analistas e dos principais organismos internacionais.

"Os números falam por si: É o 3º ano consecutivo que convergimos com UE"

Esta posição foi transmitida por António Costa na sua conta pessoal na rede social Twitter, depois do Instituto Nacional de Estatística (INE) ter estimado que a economia portuguesa cresceu em 2019 uma décima acima das previsões do próprio Governo.

"Acima das previsões e superando as expectativas dos analistas e principais organismos, a economia portuguesa cresceu 2% em 2019, com um final de ano particularmente forte. Os números falam por si: É o terceiro ano consecutivo em que convergimos com a União Europeia", escreveu o primeiro-ministro.

Segundo António Costa, a divulgação destes dados constitui uma "boa notícia para Portugal".

"É o resultado do esforço das empresas e dos trabalhadores portugueses. Confirma que estamos no caminho certo", sustentou António Costa.

De acordo com o INE, no quarto trimestre de 2019 o PIB nacional cresceu 2,2% em termos homólogos (comparação com o mesmo período de 2018) e 0,6% em cadeia (relativamente ao terceiro trimestre de 2019).

Os números hoje divulgados pelo INE superam em uma décima os estimados pelo Governo, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Fundo Monetário Internacional (FMI) e Conselho das Finanças Públicas, mas estão em linha com a previsão do Banco de Portugal e da Comissão Europeia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório