Meteorologia

  • 02 ABRIL 2020
Tempo
16º
MIN 7º MÁX 19º

Edição

Juros da dívida caem a dois anos, mantêm-se a cinco e sobem a 10 anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a descer a dois anos, a manter-se a cinco e a subir a 10 anos em relação a quinta-feira, alinhados com os da Irlanda.

Juros da dívida caem a dois anos, mantêm-se a cinco e sobem a 10 anos

Cerca das 8h30 em Lisboa, os juros a 10 anos estavam a subir para 0,288%, contra 0,277% na quinta-feira e contra atual mínimo de sempre, de 0,065% em 15 de agosto.

No prazo de cinco anos, os juros estavam a manter-se em -0,121%, contra o mínimo de sempre, de -0,374%, em 26 de agosto.

Os juros a dois anos desciam para -0,452%, contra -0,448% na quinta-feira e o atual mínimo de sempre, de -0,684%, em 04 de setembro.

Os juros a cinco anos, que estiveram em terreno negativo entre 28 de maio de 2019 e 14 de janeiro, voltaram a cair para valores negativos em 23 de janeiro.

Os juros da Grécia e de Itália desciam em todos os prazos, enquanto os de Espanha subiam em todos os prazos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha às 08:30:

2 anos...5 anos...10 anos

Portugal

31/01......-0,452...-0,121......0,283

30/01......-0,448...-0,121......0,277

Grécia

31/01.......n.disp...0,324......1,146

30/01.......n.disp...0,327......1,147

Irlanda

31/01......-0,535...-0,387.....-0,138

30/01......-0,532...-0,387.....-0,140

Itália

31/01......-0,210....0,326......0,926

30/01......-0,205....0,332......0,939

Espanha

31/01......-0,271...-0,200......0,271

30/01......-0,269...-0,204......0,269

Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório