Meteorologia

  • 05 ABRIL 2020
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Companhia aérea estatal da África do Sul recebe injeção de 218 ME

A companhia aérea estatal sul-africana South African Airways (SAA) anunciou hoje que terá acesso a 3,5 mil milhões de rands (218 milhões de euros), alocados pelo Banco de Desenvolvimento da África Austral para evitar o colapso da transportadora.

Companhia aérea estatal da África do Sul recebe injeção de 218 ME

"[As] negociações com instituições financeiras foram frutíferas, com o Banco de Desenvolvimento da África Austral a oferecer-se para o fornecimento da próxima tranche (...) para um valor total de 3,5 mil milhões de rands", refere um comunicado partilhado hoje pela SAA no seu portal.

No documento, a companhia aérea acrescenta que irá utilizar "imediatamente" dois mil milhões de rands (124,5 milhões de euros).

Durante este mês, a SAA cancelou vários voos, num esforço para poupar dinheiro após o fim do prazo para uma prometida injeção de capital do Governo de cerca de 138 milhões de dólares norte-americanos (124 milhões de euros).

A maioria dos cancelamentos foram trajetos nacionais, com rotas entre Joanesburgo, Cidade do Cabo e Durban, as principais cidades do país, mas também a rota internacional entre Joanesburgo e Munique.

Um eventual colapso da SAA, que apresenta prejuízos desde 2011, coloca em risco 10 mil postos de trabalho.

O ministro das Finanças, Tito Mboweni, tinha afirmado, durante um encontro com empresários durante este mês, que o Executivo estava a procurar fontes de capital adicionais para a companhia aérea, num país em que as gigantescas dívidas das empresas públicas -- após anos de corrupção e má gestão -- se converteram num dos maiores riscos para a economia nacional.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório