Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Brasil registou o maior volume de receita fiscal dos últimos cinco anos

A receita de impostos estatais no Brasil teve um aumento de 1,69% em 2019, totalizando 1,53 biliões de reais (330 mil milhões de euros), segundo números divulgados hoje pela Secretaria da Receita Federal do país.

Brasil registou o maior volume de receita fiscal dos últimos cinco anos
Notícias ao Minuto

17:27 - 23/01/20 por Lusa

Economia Brasil

O órgão do Governo brasileiro frisou que foi o melhor resultado desde 2014, quando a arrecadação de impostos federais no país sul-americano totalizou 1,59 biliões de reais (340 mil milhões de euros).

A Receita Federal explicou que o crescimento da economia ajudou para os resultados, principalmente as entidades financeiras, a extração de minerais metálicos, a eletricidade, o comércio grossista e as atividades auxiliares do setor financeiro.

A subida também foi influenciada por fatores não recorrentes, como reorganizações societárias de empresas que impulsionaram cobrança e pagamento de impostos.

Outro fator que pode não ser recorrente foi arrecadação com royalties de petróleo influenciada pela subida do dólar e do barril no ano passado, cuja receita aumentou 1,28%.

Os dados sobre a arrecadação de impostos de um país são importantes porque indicam o comportamento da economia e dão suporte para o resultado da meta fiscal projetada para as contas públicas.

Sobre o ano de 2019, o Governo brasileiro projetou um défice fiscal máximo de 139 mil milhões de reais (30,1 mil milhões de euros).

O resultado ainda não foi divulgado, mas analistas consideram que o défice será bem menor, ficando perto de 70 mil milhões de reais (15,1 mil milhões de euros).

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório