Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2020
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Macau bate recorde de visitantes em 2019 com quase 40 millhões

Macau recebeu em 2019 mais de 39,4 de milhões de visitantes, um aumento de 10,1% em relação ao ano anterior, num novo recorde para a cidade, de acordo com dados oficiais divulgados hoje pelo Governo do território.

Macau bate recorde de visitantes em 2019 com quase 40 millhões
Notícias ao Minuto

06:31 - 21/01/20 por Lusa

Economia Macau

No ano passado, visitaram o antigo território administrado por Portugal 39.406.181 de pessoas, um número que ficou próximo da marca 'redonda' dos 40 milhões, segundo a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC).

A esmagadora maioria dos visitantes é proveniente da China continental: mais de 27 milhões de visitantes, o que representa um aumento de 10,5% em relação a 2018.

Da região semiautónoma vizinha de Hong Kong, Macau recebeu em 2019 7,3 milhões de visitantes, num crescimento anual de 16,2%, e de Taiwan mais de um milhão de visitantes, mais 0,2% face a 2018.

Em contrapartida, os visitantes da Coreia do Sul (743.026), dos Estados Unidos (199.800) e da Austrália (84.030) diminuíram comparativamente a 2018.

No ano passado, entre os visitantes que entraram por via terrestre, 18,4% chegaram pela ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau (5.381.058), e inaugurada no final de 2018 e considerada a maior travessia marítima do mundo, sublinhou a DSEC.

Em 2019, os números de excursionistas (20.773.482) e de turistas (18.632.699) cresceram 20,0% e 0,8%, respetivamente.

Quanto aos períodos médios de permanência dos visitantes (1,2 dias), dos turistas (2,2 dias) e dos excursionistas (0,2 dias) "mantiveram-se idênticos, aos do ano 2018", indicou.

Apesar do crescimento acentuado ano-a-ano, Macau registou em dezembro uma quebra do número de visitantes: no último mês do ano chegaram a Macau 3.083.406 visitantes, menos 13,6%, em termos anuais, referiu a DSEC.

Naquele período, os números de excursionistas (1.607.764) e de turistas (1.475.642) caíram 12,1% e 15,3%, respectivamente.

Para este ano, a Direção dos Serviços de Turismo de Macau definiu quatro pontos prioritários de trabalho.

O primeiro é "a revisão do Plano Geral do Desenvolvimento da Indústria do Turismo de Macau e promoção do desenvolvimento do turismo inteligente", enquanto o segundo é "prosseguir com o desenvolvimento de Macau como uma 'Cidade Criativa de Gastronomia' e reforçar a divulgação e promoção turística".

O "enfoque na criação de um turismo de qualidade, e a elevação da qualidade da prestação de serviços do setor" é também visto pelas autoridades como prioritário. Por fim, o Governo de Macau ambiciona inaugurar o Museu do Grande Prémio de Macau, bem como promover o enriquecimento dos recursos de produtos turísticos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório