Meteorologia

  • 21 JANEIRO 2021
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Falta de certificado vale coima para particulares e imobiliárias

Os proprietários que vendam ou arrendem um imóvel sem o respectivo certificado de eficiência energética arriscam uma coima que pode ir dos 250 euros até 450 mil euros, avança o jornal i. Esta penalização abrange tanto particulares como imobiliárias já a partir deste mês.

Falta de certificado vale coima para particulares e imobiliárias

Dezembro chega com frio e coimas para os proprietários dos imóveis que vendam ou o arrendem uma casa sem certificado de eficiência energética, ficando deste modo sujeitos ao pagamento de uma multa que pode ir dos 250 até aos 45 mil euros.

O jornal i conta que, no caso de particulares, a nova lei aplica multas que começam nos 250 euros e vão até 3.740 euros. Já para sujeitos colectivos, mediadores ou imobiliárias, variam entre os 2.500 e os 45 mil euros.

A venda ou arrendamento de um imóvel já implicava a existência de um certificado energético, mas desde ontem que há a obrigatoriedade de o ter a partir do momento em que se publicita o imóvel e abrange todo o tipo de anúncios (online e jornais) e empresas de mediação.

As mediadoras contactadas pelo jornal i, a Century 21 e a Remax admitem que esta medida pode trazer maior valor e transparência ao mercado, mas salientam também a inexistência de um maior período de transição e adopção da norma.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório