Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
MIN 6º MÁX 17º

Edição

Fed espera expansão sustentada da atividade económica nos EUA

O Comité de Política Monetária da Reserva Federal (Fed) dos Estados Unidos espera que a atividade económica tenha uma expansão sustentada nos próximos tempos, de acordo com as minutas da reunião de dezembro, hoje divulgadas.

Fed espera expansão sustentada da atividade económica nos EUA

"Em geral, os participantes [na reunião] esperam uma expansão sustentada da atividade económica, condições fortes do mercado de trabalho, e a inflação próxima do objetivo de 2% do Comité como os resultados mais prováveis", pode ler-se nas minutas da reunião de 10 e 11 de dezembro de 2019, hoje divulgadas.

De acordo com o documento, "esta perspetiva reflete, pelo menos em parte, o apoio providenciado pela atual orientação de política monetária".

A taxa de juro atual nos Estados Unidos, definida pela Fed, está entre os 1,50% e 1,75%.

"No entanto, os desenvolvimentos globais, relacionados com a persistente incerteza relativa ao comércio internacional e o fraco crescimento económico no estrangeiro, continuaram a colocar alguns riscos à perspetiva, e as pressões na inflação permaneceram ténues".

As minutas da Fed revelam ainda que o Comité espera que "a inflação regresse ao objetivo de 2% à medida que a expansão económica continue e a utilização de recursos permaneça alta", algo que já aconteceu em novembro, com a inflação dos Estados Unidos a chegar aos 2,1% (valor divulgado já depois da reunião).

"Em particular, houve alguns sinais tentadores de que as tensões comerciais com a China estavam a aliviar-se, e que a probabilidade de um 'Brexit' [saída do Reino Unido da União Europeia] sem acordo possam ter decrescido ainda mais", pode também ler-se no documento.

Assim, "os participantes consideraram a atual orientação de política monetária como propensa a permanecer apropriada durante algum tempo, desde que os dados sobre a economia permaneçam largamente consistentes com as perspetivas económicas".

O Comité também considerou que "manter a atual postura de política monetária poderá ajudar a 'almofadar' a economia [dos Estados Unidos] face aos desenvolvimentos globais que têm vindo a pesar na atividade económica", bem como para fazer regressar a inflação aos 2%.

No entanto, alguns participantes na reunião "expressaram preocupação face à inflação estar abaixo de 2%".

As minutas também assinalam que alguns participantes na reunião consideraram que "manter as taxas de juro baixas durante um longo período de tempo pode encorajar uma excessiva tomada de riscos, o que poderia exacerbar desequilíbrios no setor financeiro".

A próxima reunião da Fed está marcada para 28 e 29 de janeiro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório