Meteorologia

  • 26 MAIO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 32º

Edição

Cofina/TVI: Acionistas da Prisa votam venda da Vertix em janeiro

Os acionistas da Prisa vão votar a venda da Vertix, que detém 94,96% da Media Capital, dona da TVI, à Cofina em assembleia-geral extraordinária, convocada para 29 de janeiro.

Cofina/TVI: Acionistas da Prisa votam venda da Vertix em janeiro
Notícias ao Minuto

11:59 - 27/12/19 por Lusa

Economia Cofina/TV

Numa nota enviada hoje à Comissão Nacional de Valores Mobiliários espanhola (CNMM), o Conselho de Administração informa que acordou agendar uma assembleia-geral extraordinária, a realizar pelas 10:00 de 29 de janeiro, na sede do diário El País, em Madrid. Se não for alcançado consenso, a segunda convocatória está agendada para o dia seguinte, 30 de janeiro.

Na ordem do dia da assembleia de acionista, o ponto dois é aprovar a transferência da Vertix, sociedade da Prisa, que detém 94,96% da Media Capital, dona da TVI, rádio Comercial, entre outros.

Além disso, será submetida à votação a ratificação da nomeação de María Teresa Ballester Fornés como diretora independente da Prisa.

Na segunda-feira, o grupo de comunicação espanhol e a Cofina, dona do Jornal de Negócios, Correio da Manhã, CMTV e Record, anunciaram a redução do valor do negócio para 205 milhões de euros, menos 19,6% que o preço acordado em setembro.

A redução do preço foi feita através de "um aditamento ao contrato de compra", referia então a Cofina em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Na informação publicada na altura no 'site' da CMVM referia-se que, com a celebração do aditamento, "as partes acordaram na redução do preço de aquisição previsto no Contrato de Compra e Venda, que é agora de 123.289.580 euros, assumindo um 'enterprise value' de 205.000.000 euros".

Pela transação, a Prisa irá receber 123,9 milhões de euros, menos 27% que o previsto inicialmente, o que significará um prejuízo para a editora de El Pais de 54,3 milhões de euros nas suas contas relativas aos primeiros nove meses deste ano, que foram já divulgadas apresentando prejuízos de 110 milhões de euros.

A venda da Media Capital está condicionada à renúncia por parte de vários credores financeiros da Prisa, bem como à obtenção de autorizações necessárias.

Foi em 21 de setembro que a Cofina anunciou que tinha chegado a acordo com a espanhola Prisa para comprar a totalidade das ações que detém na Media Capital, valorizando a empresa ('enterprise value') em 255 milhões de euros (a operação inclui a dívida).

O grupo Cofina detém, além do Correio da Manhã e do Record, a CM TV, o Jornal de Negócios, a revista Sábado, entre outros títulos.

Por sua vez, a Media Capital conta com seis canais de televisão e a plataforma digital TVI Player. Além da TVI, canal generalista em sinal aberto, conta com a TVI24, TVI Reality, TVI Ficção, TVI Internacional e TVI África.

A Media Capital tem também rádios, onde se inclui a Comercial.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório