Meteorologia

  • 19 JANEIRO 2020
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Acionistas da Mutualista Montepio votam programa e orçamento para 2020

A Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG) vai reunir-se em 30 de dezembro em assembleia-geral para deliberar sobre o programa de ação e orçamento de 2020, bem como sobre o parecer do Conselho Fiscal, foi hoje conhecido.

Acionistas da Mutualista Montepio votam programa e orçamento para 2020
Notícias ao Minuto

16:05 - 13/12/19 por Lusa

Economia Montepio

De acordo com documentos no 'site' da mutualista presidida - até domingo - por António Tomás Correia, o ponto único da ordem de trabalhos da reunião magna convocada para as 20:00 de dia 30 de dezembro na sede da AMMG, em Lisboa, consiste em "deliberar sobre o programa de ação e orçamento para o ano de 2020 e parecer do Conselho Fiscal".

O parecer do Conselho Fiscal, também disponível no 'site' da Mutualista, é positivo, mas adverte que "frequentemente os acontecimentos futuros não ocorrem de forma esperada, pelo que os resultados reais poderão vir a ser diferentes dos previstos e as variações poderão vir a ser materialmente relevantes".

O parecer indica que o Plano de Atividades e Orçamento (PAO) para 2020 "é bastante contido na definição de objetivos e abdica - julga-se que bem, no contexto referido no ponto 2 [que faz referência ao cenário macroeconómico] - do estabelecimento de objetivos aspiracionais".

"Chama-se, todavia, a atenção, para a necessidade de acompanhamento, sistemático e permanente, da evolução dos agregados (e rubricas) fundamentais", adverte o parecer, exemplificando que caso os proveitos inerentes a associados forem inferiores em 10% aos valoreas orçamentados e os custos superiores em 5%, a margem de atividade associativa seria negativa, algo que poderia arrastar-se para outras rubricas.

O parecer cita ainda uma ata sobre a revisão das Linhas de Orientação Estratégica para o triénio 2021-2023, em que afirma que em 2020 deve ser prosseguida a "racionalização e a otimização das participações e do funcionamento" e ainda desenvolvida "a proposta do valor e a oferta mutualista".

"O Conselho Fiscal nota que, em 2019, se registou uma muito baixa taxa de execução das medidas tendentes ao alargamento da oferta de modalidades mutualistas no tocante a novas finalidades e modelos de proteção e solvência social", observou o órgão da Mutualista Montepio.

Para 2020, o PAO da mutualista prevê a criação de um comité de Custos e Investimentos ou a implementação do Agrupamento Complementar de Empresas, bem como modernização tecnológica e mecanismos de controlo da execução estratégica dos planos da associação.

Em termos de rubricas financeiras, o PAO para 2020 prevê uma quebra de 30,7% de receitas associativas face a 2019, passando de 658 milhões de euros este ano para 456 milhões em 2020, apesar de um aumento de associados próximo dos 10 mil.

Em 2020 a mutualista terá de ainda captar 329 milhões de euros em poupanças para cumprir os seus pressupostos, adverte o Conselho Fiscal, o que configura um aumento de 22% face a 2019.

PAO para 2020 prevê ainda receitas líquidas de 5,4 milhões de euros, um aumento face aos dois milhões de euros estimados para 2019.

Em 2020 a AMMG já será presisida por Virgílio Lima, que substituirá Tomás Correia a partir de domingo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório