Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Bolsa de Lisboa inverte tendência e segue negativa

A bolsa de Lisboa seguia negativa, a inverter a tendência da abertura e a contrariar a tendência das congéneres europeias, com as ações da Galp e da EDP a pressionarem as negociações.

Bolsa de Lisboa inverte tendência e segue negativa

Cerca das 08h50 (hora em Lisboa), o principal índice, o PSI20, seguia a recuar 0,19% para 5.078,42 pontos, com 10 ações em baixa, sete ações em alta e uma inalterada, depois de ter aberto em alta, a acompanhar a ligeira correção das quedas de segunda-feira das bolsas europeias em geral.

As ações da Sonae Capital seguiam a desvalorizar 1,76% para 0,78 euros e as da NOS recuavam 1,69% para 4,88 euros.

As ações da Galp e da EDP perdiam 0,44% para 14,59 euros e 0,06% para 3,59 euros, respetivamente.

Do lado dos ganhos, o destaque é dos CTT, que avançavam 3,63% para 3,21 euros e da Ibersol, que subia 0,82% para 7,40 euros.

O BCP seguia a avançar 0,05% para 0,19 euros e a Jerónimo Martins avançava 0,03% para 14,42 euros.

Lisboa seguia a negociar numa Europa que negociava positiva, exceto Londres, apesar da imposição por Washington de tarifas sobre produtos franceses e sobre o aço e o alumínio da Argentina e do Brasil.

O anúncio da imposição de novas tarifas sobre produtos franceses e as importações norte-americanas de aço e alumínio da Argentina e do Brasil sacudiu os mercados na segunda-feira, bem como a continuação do recuo da atividade da indústria transformadora nos Estados Unidos.

A bolsa de Nova Iorque terminou na segunda-feira com o Dow Jones a cair 0,96% para 27.783,04 pontos, contra o atual máximo de sempre desde que foi criado em 1896, de 28.164,00 pontos em 28 de novembro.

No mesmo sentido, o Nasdaq fechou a recuar 1,12% para 8.567,99 pontos, contra o máximo, de 8.705,17 pontos também registado em 28 de novembro.

A nível cambial, o euro abriu hoje em alta no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,1081 dólares, contra 1,1075 dólares na segunda-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro de 2020 abriu hoje em alta, a cotar-se a 61,05 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 60,92 dólares na segunda-feira.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório