Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Há mais uma app para combater o desperdício alimentar em Portugal

Para já, a app Phenix apenas está disponível em Lisboa e em Cascais

Há mais uma app para combater o desperdício alimentar em Portugal

Chama-se Phenix e é a mais recente app que entrou em Portugal para combater o desperdício alimentar. Através de parcerias realizadas com superfícies comerciais ligadas à restauração, o excedente é vendido a preços mais em conta. 

O objetivo, de acordo com um comunicado a que o Notícias ao Minuto, teve acesso é "reduzir o desperdício alimentar do comércio local", comprando excedentes de restaurantes, padarias, pastelarias, mercearias, frutarias e entre outros.

Para já, a app Phenix apenas está disponível em Lisboa e em Cascais, mas o objetivo é reforçar a presença no Porto até ao final do ano, segundo a mesma nota. 

Apesar desta app só ter chegado em outubro, a verdade é que a Phenix está já disponível em território nacional desde 2016. 

"Estamos presentes em Portugal, desde 2016, onde já contribuímos para salvar mais de 900 mil refeições do desperdício, graças à nossa intervenção junto das cadeias de grande distribuição alimentar e não alimentar, nomeadamente através dos nossos parceiros Continente e E.Leclerc, onde transformamos os produtos não vendidos em doações a Instituições de Solidariedade Social", pode ler-se. 

Phenix App está disponível gratuitamente para Android e IOS.

De recordar também que há uma app semelhante no mercado, a Too Good to Go, que também permite 'salvar' refeições que de outro modo iriam para o lixo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório