Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Cabo Verde Airlines vai voar duas vezes por semana para Boston

O vice-diretor da Cabo Verde Airlines (CVA) apresentou no sábado a nova estratégia da companhia de garantir dois voos semanais entre Cabo Verde e Boston, nos Estados Unidos.

Cabo Verde Airlines vai voar duas vezes por semana para Boston
Notícias ao Minuto

06:59 - 17/11/19 por Lusa

Economia Cabo Verde

A partir de dezembro, a CVA aumenta a frequência dos voos e adiciona a ilha do Sal nas ligações com Boston, introduzindo o Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, maior aeroporto cabo-verdiano, de onde a transportadora aérea tem ligações para 16 cidades de oito países.

As informações foram dadas hoje por Mário Chaves, vice-diretor executivo da CVA, no Consulado Geral de Cabo Verde em Boston, Estados Unidos, acrescentando que os cabo-verdianos estabelecidos na América têm, assim, mais possibilidade de "voltar a casa".

Boston, capital do estado de Massachusetts, na costa Leste dos Estados Unidos, tem uma grande comunidade cabo-verdiana, com uma parte proveniente da ilha do Sal.

Por outro lado, ao apresentar Sal para as rotas oferecidas a partir de Boston, a CVA quer aumentar o número de turistas que utilizam o maior aeroporto de Cabo Verde, numa ilha que está "completamente preparada" e com "boas infraestruturas e capacidade hoteleira", disse o vice-diretor.

A Cabo Verde Airlines começa, em dezembro, a fazer dois voos semanais entre Boston e Cabo Verde: às terças-feiras da ilha do Sal para Boston e de Boston para Praia; aos sábados, da Praia para Boston e regresso de Boston para a ilha do Sal.

As ligações serão feitas num B757-200, com 183 lugares (22 lugares na classe de conforto e 161 lugares em classe económica).

A companhia tem três aviões B757 e estão todos estilizados com cores diferentes, "porque Cabo Verde é um país cheio de cor", disse Mário Chaves, com destaque para o "azul lindíssimo do mar, o verde da serra, o amarelo da areia da praia e as casas cheias de cor".

A Cabo Verde Airlines vai começar, também em dezembro, o serviço entre Cabo Verde e Washington, três vezes por semana.

Durante este ano a transportadora tem apresentado várias novidades nas rotas que oferece, incluindo ligações de Cabo Verde para a Nigéria, Senegal e mais um destino no Brasil.

A missão da Cabo Verde Airlines, disse Mário Chaves, é mostrar o país ao mundo e ligar quatro continentes, aproveitando a "situação geográfica única", que possibilita os fáceis acessos à África ocidental, América do Norte, América do Sul e Europa.

A companhia quer "utilizar Cabo Verde como plataforma" de ligação para um mercado de quase 1,2 mil milhões de pessoas: 325 milhões de habitantes nos Estados Unidos, 300 milhões na Europa, 350 milhões na África Ocidental, 209 milhões no Brasil.

Para "levar Cabo Verde ao mundo, é mais fácil quando o nome da companhia aérea tem o nome do país", disse Mário Chaves, acrescentando que há que investir num programa 'stopover', que significa passar em Cabo Verde não apenas umas horas como parte de uma escala entre dois voos, mas vários dias, sem custos adicionais na reserva do bilhete.

"Para pessoas que não têm como objetivo principal conhecer Cabo Verde", o programa 'stopover' pode dar "curiosidade e possibilidade", considerou Mário Chaves.

Segundo a Associação Internacional de Transportadores Aéreos (IATA), no ano de 2036 haverá mais de 7,8 mil milhões de passageiros a viajar em todo o mundo. Os mercados com crescimento mais rápido estão localizados em África e a CVA quer fazer parte da tendência.

"África é a nossa terra, o nosso continente", disse Mário Chaves, sublinhando a ambição de "crescimento sustentável" da companhia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório