Meteorologia

  • 07 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 17º

Edição

Tardará muito até o euro ser um intrumento de poder no Mundo

O economista Paul de Grauwe previu hoje que ainda tardará muito tempo até o euro se tornar num instrumento de poder da UE no mundo, como é o dólar, devido às fragilidades da união monetária e da política externa.

Tardará muito até o euro ser um intrumento de poder no Mundo
Notícias ao Minuto

17:38 - 15/11/19 por Lusa

Economia Paul de Grauwe

Na conferência do Banco de Portugal 'O euro 20 anos depois: a estreia, o presente e as aspirações para o futuro', que decorre em Lisboa, o economista belga falou do contraste entre o poder da União Europeia (UE) como potência comercial e o poder da vertente monetária.

Ao euro, disse, ainda faltam muitas condições (como uma verdadeira área financeira unificada) para ser "uma moeda comparável com o dólar", que é usada pelos Estados Unidos da América como instrumento do poder norte-americano no mundo.

"Mas mesmo com esses fatores pode o euro ser usado como instrumento de poder da Europa no mundo?", questionou Paul de Grauwe, acrescentando que o seu poder não poderia ser usado "devido à ausência de uma política externa comum".

"Falta um objetivo comum. Qual seria o uso do euro no mundo?", voltou a perguntar.

O economista considerou, então, que ainda "vai demorar muito tempo para o euro se tornar um instrumento de poder na cena mundial".

Contudo, terminou com uma nota de otimismo citando o ex-presidente do Banco Central Europeu (BCE) Jean-Claude Trichet, que hoje também esteve presente nesta conferência, de que os Estados Unidos tardaram 200 anos até conseguir a unidade que lhes permite ter uma união monetária como instrumento de poder no mundo.

Paul de Grauwe é professor da London School of Economics e investigador do European Policy Studies em Bruxelas e do Centre for Economic Policy Research em Londres.

Integrou um órgão de aconselhamento económico de Durão Barroso quando este era presidente da Comissão Europeia. Em Portugal, é atualmente vice-presidente do Conselho Superior do Conselho de Finanças Públicas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório