Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Previsões são "boa confirmação do bom momento da economia portuguesa"

O ministro das Finanças, Mário Centeno, já comentou as previsões divulgadas, esta quinta-feira, pela Comissão Europeia que melhorou em três décimas a previsão de crescimento para Portugal. "São boas notícias".

Previsões são "boa confirmação do bom momento da economia portuguesa"

Depois de a Comissão Europeia ter divulgado as previsões económicas de outono, que apontam para uma melhoria em três décimas do crescimento económico de Portugal para 2% este ano - uma décima acima do esperado pelo Governo - o ministro Mário Centeno reage, sublinhando que estamos perante "boas notícias".

Em declarações aos jornalistas a partir de Bruxelas, o ministro das Finanças e presidente do Eurogrupo vincou que as previsões hoje apresentadas "são uma boa confirmação daquilo que o Governo tem vindo a descrever como o bom momento da economia portuguesa, em particular num contexto difícil, não só na área do euro mas na economia global".

"É muito interessante, no sentido de boa notícia, que a economia portuguesa veja as suas previsões de crescimento para 2019 revistas em alta quando a área do euro é revista uma décima em baixa e a generalidade dos países acompanha esta revisão em baixa", destacou Centeno, acrescentando que "o mesmo é verdade para 2020", conforme mostram as previsões de Bruxelas que apontam para um crescimento de 1,7% (abaixo da estimativa do Governo).

Salientou o ministro português que no próximo ano "a Comissão prevê, neste momento, o mesmo valor face à primavera para o crescimento da economia portuguesa, mas revê em forte baixa o crescimento da área do euro e, em particular, dos países maiores da área do euro e daqueles que têm uma dimensão económica semelhante a Portugal".

"A economia portuguesa tem vindo a mostra muita resistência a este conjunto de pressões externas que se têm colocado a todos os países, [nomeadamente aos que têm] economias mais abertas. O investimento em Portugal continuará a crescer acima da área do euro nos próximos anos e a Comissão prevê agora também que, pelo menos, até 2021, Portugal continuará a convergir com a média da área do euro ao longo de todo este período", destacou.

Reiterando que estamos perante "boas notícias" vindas de Bruxelas, o ministro vincou que agora terão de ser "obviamente continuadas com aquilo que é o trabalho não só do Governo mas de todos os agentes económicos".

Quanto à taxa de desemprego, que caiu para 6,1% - o valor mais baixo desde a série iniciada em 2011, Mário Centeno mostrou satisfeito, referindo que "continuou a sua trajetória de redução, estando agora muito próximo do limiar dos 6%. São excelentes notícias para Portugal e para o seu mercado de trabalho e projetamos que se mantenham para 2020, agora com o patrocínio da Comissão Europeia".

[Notícia atualizada às 14h32]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório