Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Integração da 321 Crédito ajuda lucro dos CTT a duplicar para 22,9 ME

s lucros dos CTT aumentaram em 99,7% até setembro, em termos homólogos, atingindo 22,9 milhões de euros, graças "ao contributo líquido da integração da 321 Crédito" e à "melhoria operacional" da empresa, segundo um comunicado hoje divulgado.

Integração da 321 Crédito ajuda lucro dos CTT a duplicar para 22,9 ME
Notícias ao Minuto

17:30 - 30/10/19 por Lusa

Economia CTT

Na nota, publicada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT revelam que, nos primeiros nove meses do ano, registaram também rendimentos operacionais de 539,6 milhões de euros, um aumento de 2,8% em relação ao período homólogo.

EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) foi de 73,3 milhões de euros, de acordo com a empresa, uma subida de 12,7%, sobretudo graças ao crescimento do Banco CTT e da área de serviços financeiros, que compensou a queda nos segmentos de correio e nas encomendas.

Num comunicado em separado, os CTT destacaram que o resultado líquido dos primeiros nove meses "foi ainda impulsionado pelo efeito extraordinário do reembolso do IRC da dedução da menos-valia fiscal apurada aquando da venda da Tourline pela CTT Expresso no exercício de 2016 e o menor impacto dos itens específicos, que mais do que compensaram o aumento das imparidades e provisões".

A empresa continua a verificar uma queda no tráfego de correio endereçado, de perto de 9,5% nos primeiros nove meses do ano face ao período homólogo.

Os rendimentos operacionais do correio foram de 358,9 milhões de euros, o que corresponde a uma redução de 2,8%, lê-se no documento enviado à CMVM.

Já os rendimentos operacionais da área de expresso e encomendas, de 110,1 milhões de euros, aumentaram 1,3% face a igual período do ano passado.

Por sua vez, o Banco CTT obteve rendimentos de 42,9 milhões de euros, um acréscimo homólogo de 73,1%, incluindo 12,4 milhões provenientes "da empresa 31 Crédito, adquirida em maio de 2019", segundo a empresa.

Excluindo esse efeito, os rendimentos do banco foram de 30,4 milhões de euros, um crescimento de 22,9%, segundo os CTT.

O Banco CTT viu o número de contas abertas crescer em 121 mil, para as 438 mil, face a igual período do ano passado, tendo os depósitos de clientes atingido os 1,16 mil milhões de euros, mais 47% do que em 2018.

Na área dos serviços financeiros, a empresa registou rendimentos operacionais de 24,6 milhões de euros, um valor superior em 30,3% ao do período homólogo.

Os CTT revelaram ainda que os gastos operacionais na mesma altura foram de 466,3 milhões de euros, um crescimento de 1,4%.

Em 30 de setembro, o número de trabalhadores do grupo era de 12.679, mais 0,7% do que em 2018, graças sobretudo ao Banco CTT (com a integração da 321 Crédito) e à área de negócios expresso e encomendas. Já no segmento de correios, o número de colaboradores caiu 0,7%.

No terceiro trimestre, a empresa atingiu lucros de 13,9 milhões de euros, um crescimento de 245,1% em relação a 2018, com rendimentos operacionais de 184,6 milhões de euros, 8,8% acima do período homólogo.

Na mesma nota separada, os CTT deram ainda conta de que "para 2019 estima-se que as poupanças nos gastos operacionais alcancem 16 milhões de euros, face aos 15 milhões de euros inicialmente previstos, e que para 2020 obtenham 18 milhões de euros face aos 15 milhões de euros anteriormente anunciados".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório