Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

"Ligeira devolução de rendimentos contribuiu para melhorar economia"

Secretário-geral da CGTP deixa um recado aos que não acreditavam na receita aplicada pela Geringonça de devolução de rendimentos e do seu impacto na economia.

"Ligeira devolução de rendimentos contribuiu para melhorar economia"

Arménio Carlos comentou esta quarta-feira as perspectivas de crescimento para 2020 que o Governo reviu em alta para os 2%. Para o secretário-geral da CGTP, esse dado confirma duas coisas: Em primeiro lugar, “uma ligeira devolução de rendimentos aos trabalhadores e aos reformas contribuíram decisivamente para melhorar a economia e o seu crescimento”.

Em segundo lugar, “perante isto, naturalmente que no próximo Orçamento o Governo não pode deixar de ter em consideração, por um lado o combate a um modelo de baixos salários e trabalho precário – que diz que quer fazer, mas depois mantém a legislação do trabalho que entretanto aprovou -, por outro lado, avançar com objetivos concretos e sobretudo com uma finalidade que é melhorar o rendimento dos trabalhadores”. 

“A melhoria do rendimento dos trabalhadores pelo aumento geral do salário contribui decisivamente para a criação de mais emprego, para a dinamização da economia e para a sustentabilidade financeira da Segurança Social”, afirmou, defendendo ser este o caminho a seguir.

Arménio Carlos deixou ainda um recado àqueles que não acreditaram na receita aplicada pela Geringonça nos últimos quatro anos.

“Se dúvidas subsistissem relativamente àquilo que se dever fazer em relação ao passado, aqui está o exemplo: a economia cresceu e não foi só por causa das prestações, houve um significativo aumento da procura interna”, disse, acrescentando: “Os mesmos que defendiam que era pela via da redução dos salários que se resolviam os problemas das empresas, esses podem hoje constatar que no período da Troika menos rendimentos dos trabalhadores corresponderam a mais desemprego e a mais falências das empresas”.

O responsável da confederação sindical enfatizou que a prioridade é o aumento geral do salário e colocou como obrigatório revisitar a legislação laboral recentemente aprovada.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório