Meteorologia

  • 20 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 16º

Edição

OE2020: Taxa de desemprego será menor este ano e ainda mais baixa em 2020

O Governo estima que a taxa de desemprego se vai fixar em 6,3% este ano, abaixo dos 7% registados no ano passado.

OE2020: Taxa de desemprego será menor este ano e ainda mais baixa em 2020

O Governo reviu em baixa a estimativa para a taxa de desemprego para 6,3% este ano, em comparação com a previsão anterior que apontava para 6,6% inscrita no Programa de Estabilidade, em abril. Para o próximo ano, as expectativas apontam para que a taxa de desemprego caia para 5,9%, de acordo com o Projeto de Plano Orçamental 2020, divulgado esta quarta-feira. 

O Governo manteve a previsão de crescimento económico de 1,9% este ano e melhorou em uma décima a projeção para o próximo ano, para 2%, no Projeto de Plano Orçamental para 2020 enviado à Comissão Europeia.

"O cenário macroeconómico subjacente ao Projeto de Plano Orçamental para 2020 mantém a projeção de 1,9% para o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, tal como consta do Programa de Estabilidade 2019-2023, publicado em abril deste ano", afirma o Ministério das Finanças em comunicado hoje divulgado.

Para 2020, o ministério liderado por Mário Centeno adianta que "o cenário macroeconómico subjacente ao Projeto de Plano Orçamental prevê uma ligeira aceleração do crescimento do PIB para 2%", explicando que esta projeção "assenta na antecipação de uma recuperação do crescimento económico na área do euro, em linha com as previsões de instituições internacionais, como o Fundo Monetário Internacional".

As Finanças adiantam que "a recuperação do crescimento na área do euro, principal parceiro comercial de Portugal, deverá refletir-se numa aceleração da procura externa e, portanto, do crescimento das exportações".

No Programa de Estabilidade, apresentado em abril, o Governo antecipava um crescimento do PIB de 1,9% este ano e no próximo.

No Projeto de Plano Orçamental para 2020 o Governo antecipa um aumento das exportações de 2,9% este ano e de 3,9% no próximo, face à expansão de 3,8% nos dois anos prevista no Programa de Estabilidade apresentado em abril.

Nos números enviados a Bruxelas, o Governo melhorou as estimativas para o consumo privado, este ano e no próximo, de um crescimento esperado de 1,8% nos dois anos (previsão de abril) para 2,2% e 2,1%, respetivamente.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório