Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

"Somos muito mais" do que caipirinhas, tanga e favelas

O presidente da Embratur -- Instituto Brasileiro do Turismo disse hoje em entrevista à Lusa que o Brasil é mais do que caipirinha, tanga e favelas e, por isso, a estratégia para o setor vai mudar.

"Somos muito mais" do que caipirinhas, tanga e favelas
Notícias ao Minuto

07:43 - 15/10/19 por Lusa

Economia Embratur

"Antes era divulgado o Brasil da caipirinha, o Brasil da tanga e o Brasil da experiência em favelas. Não que nós não tenhamos isso", mas "somos muito mais do que isso", afirmou Gilson Machado Neto, à margem do Fórum de Economia de Turismo Global, que termina hoje em Macau.

"Os nossos números são muito cruéis, nós não passamos dos seis milhões de turistas estrangeiros há mais de dez anos. Macau tem 600 mil habitantes e recebe mais de 40 milhões de turistas por ano. Nós temos 210 milhões de habitantes e recebemos seis milhões de turistas estrangeiros", contextualizou o responsável, assumindo o objetivo de triplicar o número de turistas estrangeiros no Brasil.

"Nós mudámos o foco e estamos a divulgar o Brasil para todo o mundo", resumiu, sublinhando que o país "é o número um do mundo em recursos naturais", razão pela qual há que apostar "no turismo de aventura, no ecoturismo, voltado para a natureza".

"Ações ambiciosas", insistiu, que garantiu, "vão triplicar o número de turistas no Brasil".

"Não temos guerra, não temos furacão, não temos tsunamis ou terramotos, temos uma população muito amigável, todo o mundo é louco pelo brasileiro, 96% das pessoas que vêm ao Brasil têm o desejo de voltar", frisou Gilson Machado Neto.

Algumas das futuras medidas têm sido adiantadas pelos responsáveis governamentais brasileiros.

"Temos ideia de a nossa equipa apresentar ao Congresso ainda este ano ações para liberalizar a isenção de vistos para chineses, indianos, vietnamitas e indonésios", afirmou.

Uma política a continuar, assinalou, uma vez que a isenção de visto para turistas norte-americanos, canadianos, japoneses e australianos "foi um sucesso: aumentou 230% o número de turistas desses países".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório