Meteorologia

  • 20 JANEIRO 2020
Tempo
MIN 5º MÁX 11º

Edição

Governo aumenta apoios a vacas em aleitamento

O Governo alargou a concessão de apoios sobre a forma de pagamentos anuais de prémios a vacas que tenham parido nos últimos 24 meses e aumentou para 40% a percentagem de animais elegíveis, segundo um despacho publicado.

Governo aumenta apoios a vacas em aleitamento
Notícias ao Minuto

12:08 - 02/10/19 por Lusa

Economia Despacho

O despacho normativo, que entra em vigor a 01 de janeiro do próximo ano, altera um diploma de 2014 que definia serem elegíveis para aqueles prémios as vacas em aleitamento que tenham parido nos últimos 18 meses, e que sejam de raça de vocação "carne" ou resultantes de um cruzamento com uma dessas raças e que façam parte de uma manada destinada à criação de vitelos para produção de carne.

Quanto ao aumento, de 18 para 24 meses, o despacho regulamentar, hoje publicado em Diário da República, ressalva que a sua produção de efeitos "depende de decisão de aprovação pela Comissão Europeia, a emitir", e a divulgar nos sítios da Internet do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral, e do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP).

"O presente despacho normativo é aplicável apenas ao Pedido Único de 2020", esclarece, no despacho, o ministro da Agricultura, Capoulas Santos.

O prémio por vaca em aleitamento tem como objetivo assegurar a manutenção de um efetivo reprodutor de vacas de orientação "carne" que permita manter um certo nível de produção específico e evitar situações disruptivas no setor que conduzam ao abandono da atividade, segundo explica o diploma de 2014.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório