Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

PSI20 cai ligeiramente com Jerónimo Martins a perder 1,28%

O PSI20, índice principal da bolsa de Lisboa, fechou a desvalorizar ligeiramente face a segunda-feira, descendo 0,03% para 4.806,69 pontos, com a Jerónimo Martins a perder 1,28% e a Altri a valorizar 2,35%.

PSI20 cai ligeiramente com Jerónimo Martins a perder 1,28%
Notícias ao Minuto

17:06 - 27/08/19 por Lusa

Economia Bolsas

Dos 18 títulos cotados no principal índice bolsista português, 10 fecharam a subir e oito desvalorizaram.

Nos títulos que subiram a cotação, destaque para a Altri, que aumentou 2,35% para 5,67% euros, e para a Corticeira Amorim, que valorizou 2,24% para 9,14 euros.

Nas descidas, a Jerónimo Martins desvalorizou 1,28% para 14,30 euros. EDP Renováveis, BCP e Sonae SGPS perderam 0,73%.

Nas subidas acima de 2%, para além da Altri e da Corticeira Amorim, destaque para a REN, que valorizou 2,02% para 2,53 euros.

Entre 1% e 2% apenas há a mencionar a subida da Semapa, que valorizou 1,33% para 12,16 euros.

Todas as restantes subidas ficaram abaixo de 1%, com a Ibersol e os CTT à 'porta' da unidade, a valorizarem 0,99% para 8,18 e 1,95 euros, respetivamente.

A Ramada subiu 0,95% para 6,38 euros, tendo as restantes subidas ficado abaixo dos 0,30%.

EDP valorizou 0,27% para 3,37 euros, a Sonae Capital 0,16% para 0,62 euros e a Navigator 0,13% para 3,03 euros.

Nas descidas, para além da queda de 1,28% da Jerónimo Martins, as restantes perdas ficaram abaixo de 1%.

Com perdas de 0,73%, a EDP Renováveis desvalorizou para 9,48 euros, o BCP para 0,20 euros e a Sonae SGPS para 0,82 euros.

Pharol caiu 0,71% para 0,11 euros, seguindo-se-lhe a Mota-Engil, com uma queda de 0,68% para 1,91 euros.

A NOS perdeu 0,29% para 5,18 euros e a Galp Energia caiu 0,12% para 12,53 euros.

A queda de 0,03% do índice PSI20 da bolsa de Lisboa não acompanha a tendência europeia, já que o índice MIB, de Milão, subiu 1,52%, o CAC40, de Paris, valorizou 0,67%, o DAX, de Frankfurt, 0,62% e o Ibex35, de Madrid, 0,57%.

Apenas o Footsie 100, de Londres, desceu 0,08%.

As negociações em curso para a formação do novo Governo italiano parecem ter animado os mercados europeus, no rescaldo da cimeira do G7 em Biarritz, França, na qual marcou presença o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte.

O destino de Giuseppe Conte está suspenso nas delicadas negociações que prosseguem entre o Movimento Cinco Estrelas (antissistema) e o Partido Democrata (de centro-esquerda), que tentam formar governo para substituir a coligação entre o partido de Conte e a Liga (extrema-direita), do ministro do Interior, Matteo Salvini.

Hoje, analistas afirmaram na abertura da bolsa de Nova Iorque, que os investidores estão mais centrados "no lado positivo" das negociações comerciais entre os Estados Unidos e a China, depois do presidente norte-americano ter procurado suavizar, ainda na Cimeira do G7, o tom do diálogo com Pequim.

"A aparente diminuição da tensão ao nível das negociações entre os Estados Unidos e a China, durante a Cimeira do G7, ajudou a aliviar os nervos dos investidores", salientaram.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório