Meteorologia

  • 20 OUTUBRO 2019
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 18º

Edição

Governo acautelará interesses dos tripulantes da Ryanair de Faro

A presidente do Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC), Luciana Passo, afirmou hoje que os interesses dos tripulantes da base de Faro da Ryanair "vão ser acautelados pelo Governo", garantia dada pelo ministro das Infraestruturas.

Governo acautelará interesses dos tripulantes da Ryanair de Faro
Notícias ao Minuto

21:42 - 21/08/19 por Lusa

Economia Ryanair

"Outra garantia que nos foi dada pelo senhor ministro é que podemos transmitir uma certa tranquilidade aos tripulantes da base de Faro porque os interesses deles vão ser acautelados pelo Governo", disse Luciana Passo à saída de uma reunião com o ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, onde também debateu a atual greve dos tripulantes de cabine da companhia aérea.

Questionada pelos jornalistas à porta do ministério, em Lisboa, sobre como será efetivada essa garantia, a presidente do SNPVAC declarou que "terá de ser o senhor ministro, eventualmente, a anunciar", já que "não é em três ou quatro horas de reunião que fica tudo estabelecido".

A secretária de Estado do Turismo reuniu-se hoje com a Ryanair, em Dublin, Irlanda, para debater "a competitividade" do aeroporto de Faro, nomeadamente com a manutenção da base, bem como alargar a presença da companhia aérea ao Funchal.

Em declarações à Lusa, Ana Mendes Godinho adiantou que o Governo está "a trabalhar para manter a competitividade do aeroporto de Faro, concretamente no inverno, e combater a sazonalidade, trabalhando com todas as companhias aéreas e criando as condições para que os aeroportos de Faro e do Funchal tenham capacidade de facto de manter a competitividade aérea ou até reforçar".

A governante, que foi acompanhada na deslocação a Dublin pelo presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, não deu mais novidades acerca de uma possível manutenção da base de Faro e dos 100 postos de trabalho em causa.

"Neste momento não tenho mais novidades que não sejam estas, de que estamos a avaliar a situação e com essa preocupação de manter ligações aéreas e aumentar as ligações aéreas para o Funchal e garantir a competitividade aérea de Faro no inverno", salientou.

Questionada sobre uma possível abertura da Ryanair para manter a base, Ana Mendes Godinho disse apenas que está "a trabalhar" para "que os aeroportos garantam competitividade".

No dia 6 de agosto, a Ryanair comunicou, em Faro, que iria encerrar a base naquele aeroporto em janeiro de 2020, e despedir cerca de 100 trabalhadores, embora mantenha os voos, revelou à Lusa a presidente do sindicato dos tripulantes.

A presidente do SNPVAC disse na ocasião que uma diretora de recursos humanos da Ryanair tinha estado em Faro para anunciar o encerramento.

Os tripulantes começaram hoje uma greve de cinco dias, até domingo, e que conta com serviços mínimos decretados pelo Governo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório