Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 24º

Edição

Câmara de Comércio recorda "uma das maiores referências do empresariado"

O Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP), Bruno Bobone, considerou hoje a morte de Soares dos Santos "uma enorme perda" e lembrou que "foi e será sempre uma das maiores referências do empresariado nacional".

Câmara de Comércio recorda "uma das maiores referências do empresariado"
Notícias ao Minuto

16:37 - 17/08/19 por Lusa

Economia Alexandre Soares dos Santos

"Esta é uma enorme perda para Portugal", lamentou Bruno Bobone em comunicado enviado à agência Lusa, realçando que Alexandre Soares dos Santos "foi e será sempre" uma das maiores referências do empresariado português.

O líder da CCIP realçou também que Soares dos Santos foi um "defensor incontornável da iniciativa privada e da ética nos negócios" e que o seu "percurso brilhante" à frente da Jerónimo Martins fica marcado pela "enorme criação de valor para o país", bem como pelo "sucesso nos processos de internacionalização para a Polónia e Colômbia, onde demonstrou a capacidade dos portugueses de conquistarem novos mercados e superarem a concorrência".

Bruno Bobone considerou que se perdeu "um Homem com uma visão estratégica única que defendeu sempre uma política de salários dignos como fator de motivação, produtividade e reconhecimento do mérito".

"O exemplo que nos deixa Alexandre Soares dos Santos deve motivar-nos para construirmos um país melhor"´, afirmou.

Evidenciou também o facto de nos últimos anos o empresário se ter dedicado ao mecenato, realçando que deixou "uma obra extraordinária para Portugal e para os portugueses, através das várias fundações que criou".

Bruno Bobone referiu ainda que "o legado [de Soares dos Santos] será certamente perpetuado pela sua família e pelos os seus colaboradores, que inspirados pelo seu percurso serão capazes de prosseguir a sua missão".

O antigo presidente da Jerónimo Martins (JM) morreu na sexta-feira em Lisboa, segundo fonte próxima da família.

Alexandre Soares dos Santos nasceu no Porto, em 1934, tendo frequentado o curso de Direito na Faculdade de Direito de Lisboa, que abandonou em 1957 para ir para a multinacional Unilever.

Em 1968, regressou a Portugal para assumir a liderança da Jerónimo Martins, tendo mais tarde lançado a marca Pingo Doce, cotado o grupo no mercado de capitais e expandido-o internacionalmente, para o Brasil e Polónia.

Em 2009, criou a Fundação Francisco Manuel dos Santos, que gere o portal "Pordata", Base de Dados do Portugal Contemporâneo, e lançou uma coleção de livros de ensaio, a preços reduzidos, sobre temas da atualidade.

Em 18 de dezembro de 2013, Alexandre Soares dos Santos foi substituído no cargo pelo filho, Pedro Soares dos Santos.

O empresário foi condecorado, em abril de 2017, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório