Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2019
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Fundo de Garantia do Crédito Agrícola transferido para FGD

O Governo transferiu, hoje por diploma, a vertente de garantia de depósitos do Fundo de Garantia do Crédito Agrícola Mútuo (FGCAM) para o Fundo de Garantia de Depósitos (FGD), criando um único sistema nacional de garantia de depósitos.

Fundo de Garantia do Crédito Agrícola transferido para FGD
Notícias ao Minuto

12:46 - 12/08/19 por Lusa

Economia FGD

O decreto-lei do Ministério das Finanças, hoje publicado em Diário da República, procede à transferência da vertente de garantia de depósitos do FGCAM para o FGD, concentrando a função de garantia de todos os depósitos em Portugal num único fundo de garantia.

Essa transferência, justifica o executivo no diploma, "permite uma maior eficiência" na gestão dos recursos com redução dos custos de funcionamento e ainda separar a função de garantia de depósitos da vertente assistencialista (atualmente também prosseguida pelo FGCAM), cuja natureza e objetivos são diversos e que, para uma adequada conjugação com a lei europeia, deve ser desempenhada de forma autónoma pelos entes públicos.

Com a entrada em vigor do decreto-lei hoje publicado, as instituições de crédito atualmente participantes no FGCAM passam a ser participantes no FGD, não se encontrando sujeitas às contribuições iniciais exigidas no âmbito do FGD.

"O FGCAM, após a transferência de todos os recursos públicos que atualmente lhe pertencem, passará a ser um património autónomo que funcionará junto da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, sendo esta a acordar com as Caixas de Crédito Agrícola suas associadas o regime pelo qual tal património autónomo se regerá", lê-se no diploma.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório