Meteorologia

  • 29 MARçO 2020
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 19º

Edição

Criação de emprego nos Estados Unidos recuou em julho

A criação de emprego nos Estados Unidos diminuiu fortemente em julho, mas a taxa de desemprego manteve-se estável em 3,7%, segundo dados publicados hoje pelo Departamento do Trabalho.

Criação de emprego nos Estados Unidos recuou em julho
Notícias ao Minuto

14:10 - 02/08/19 por Lusa

Economia Trabalho

A maior economia mundial criou 164.000 empregos em julho, um número que, apesar de ter ficado acima do esperado pelos analistas (que apontavam para 160.000), foi inferior ao registado em junho, quando foram criados 193 mil empregos, depois de uma revisão em baixa dos 224.000 anunciados inicialmente.

Os setores dos serviços e empresas e da saúde registaram as maiores subidas, como já tinha ocorrido em junho.

Num sinal de abrandamento, a economia norte-americana permitiu criar 165.000 empregos em média mensal durante o primeiro semestre, quando no mesmo período de 2018 tinha dado origem a 223.000.

Em julho, houve, no entanto, um sinal positivo, com o salário por hora a registar um aumento médio de 3,2% em relação a há um ano, ou seja, acima da inflação, o que permite apoiar o consumo das famílias.

O consumo permitiu manter um ritmo de crescimento sólido no segundo trimestre, apesar dos efeitos da guerra comercial com a China.

A economia norte-americana avançou nesse período a um ritmo anual de 2,1%, uma desaceleração em relação aos 3,1% registados no primeiro trimestre.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório