Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Centeno não vai a votos mas ainda está na corrida ao FMI

O ministro das Finanças anunciou que não vai participar na votação de amanhã.

Centeno não vai a votos mas ainda está na corrida ao FMI

O nome de Mário Centeno continua a ser um dos que está em cima da mesa para suceder a Christine Lagarde. O ministro das Finanças português recorreu às redes sociais para anunciar que não pretende "fazer parte do processo de votação de amanhã", mas fonte do Governo garantiu ao Notícias ao Minuto que Centeno mantém-se na corrida ao FMI.

A afirmação de que não ia fazer parte do processo de votação gerou a ideia de que o ministro já estaria de fora da corrida à sucessão de Lagarde, algo que foi posteriormente esclarecido por fonte do Governo.

Aliás, foi por esse motivo que no tweet o presidente do Eurogrupo manifestou disponibilidade para "fazer parte de uma solução que seja aceitável para todos". 

Recorde-se que os ministros das Finanças europeus vão eleger, esta sexta-feira, por voto, o diretor-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), que vai suceder a Christine Lagarde, depois de os responsáveis não terem chegado a um consenso, de acordo com o Financial Times.

Para além de Centeno, os outros possíveis candidatos à liderança são a espanhola Nadia Calvino, o holandês Jeroen Dijsselbloem, o governador do banco central finlandês, Olli Rehn, e a búlgara Kristalina Georgieva, atual 'número dois' do Banco Mundial.

[Notícia atualizada às 20h58]

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório