Meteorologia

  • 18 AGOSTO 2019
Tempo
24º
MIN 21º MÁX 26º

Edição

REN compra empresa de transporte de eletricidade no Chile

A REN - Redes Energéticas Nacionais assinou um contrato para aquisição de 100% da Empresa de Transmision Eléctrica Transemel, por 167 milhões de dólares (149,5 milhões de euros), o segundo investimento da empresa no Chile, anunciou hoje ao mercado.

REN compra empresa de transporte de eletricidade no Chile
Notícias ao Minuto

22:26 - 23/07/19 por Lusa

Economia CMVM

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa liderada por Rodrigo Costa adianta que "o contrato prevê que a conclusão da transação e a efetiva aquisição da Transemel pelo grupo REN se realize no início de outubro de 2019".

Transemel possui e opera 92 quilómetros de linhas de transmissão elétrica e cinco subestações, localizadas maioritariamente no norte do Chile, região que é marcada pela forte influência da indústria mineira, estando uma das subestações localizada perto da maior mina de cobre do mundo, em Calama, e pela crescente predominância de projetos de produção de energia renovável, fruto do grande potencial solar nessa zona do país, refere.

Em comunicado, a REN explica que esta aquisição se enquadra no plano estratégico, que "assenta numa estratégia de investimento internacional conservadora e com o objetivo de compensar o menor crescimento em Portugal".

Este plano de médio e longo prazos "concentra-se nos setores em que a empresa é especialista, e em mercados com estabilidade económica e quadros regulatórios previsíveis", acrescenta.

De acordo com a empresa gestora da rede elétrica e de gás natural em Portugal, o reforço da presença no Chile "permite um maior foco numa única geografia já conhecida pela empresa, na qual tem tido uma boa experiência e onde poderá potenciar a sua capacidade técnica, reconhecida internacionalmente".

Em 07 de fevereiro de 2018, a REN concluiu a compra de 42,5% da participação no capital social da empresa chilena Electrogas, por cerca de 167 milhões de euros (180 milhões de dólares).

Electrogas opera o gasoduto que abastece de gás natural as principais geradoras de eletricidade do país e os distribuidores residenciais da cidade de Santiago do Chile, capital do país.

"Apesar de se manter atenta a oportunidades de investimento no estrangeiro, Portugal é o foco principal e mercado natural da REN, onde continuará a investir para garantir as necessidades de infraestruturas de eletricidade e gás natural a longo prazo", justifica.

Para a REN, o crescimento internacional "amplifica a sua capacidade de trabalho e cria melhores oportunidades para o futuro da empresa".

De acordo com o plano estratégico 2018-21, o investimento da empresa no mercado doméstico, que continua a ser "o principal foco" da REN, deverá ficar acima dos 500 milhões de euros (que compara com 700 a 800 milhões de euros do último plano atualizado em 2015).

No comunicado à CMVM, a REN diz ter 400 milhões de euros para investir até 2021 "em novas oportunidades de crescimento", referindo a nível internacional o mercado da América Latina, onde tem presença desde 2017.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório