Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Autarcas de Évora exigem descontos para passes de transporte ferroviário

A Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC) vai exigir à CP - Comboios de Portugal a inclusão dos passes de transporte ferroviário dos utilizadores do seu território no Programa de Apoio à Redução Tarifária (PART).

Autarcas de Évora exigem descontos para passes de transporte ferroviário
Notícias ao Minuto

16:50 - 19/07/19 por Lusa

Economia Transportes

A exigência da CIMAC, que junta os 14 municípios do distrito de Évora, vai ser feita numa reunião que está marcada para 19 de agosto, indicaram hoje à agência Lusa fontes da comunidade intermunicipal.

As mesmas fontes adiantaram que estão interessados nos descontos os municípios de Vendas Novas, Montemor-o-Novo (com estação em Casa Branca) e Évora, os únicos da área da CIMAC que são servidos pela Linha do Alentejo.

A reunião com a CP foi marcada depois de o conselho intermunicipal da CIMAC, composto pelos 14 presidentes de câmara do distrito de Évora, ter aprovado uma tomada de posição que exige uma reunião com a CP para que fosse incluída no PART os passes dos utilizadores do transporte ferroviário.

A proposta de tomada de posição, aprovada por unanimidade, foi apresentada pelo presidente da Câmara de Vendas Novas, o socialista Luís Dias, segundo divulgou hoje o município, em comunicado enviado à Lusa.

"O PART não abrange os passes dos utilizadores do transporte ferroviário, apesar da insistência do município de Vendas Novas e da CIMAC, que estranham a resistência da CP em não permitir a sua aplicação e os sucessivos adiamentos das reuniões agendadas com o intuito de encontrar um entendimento", pode ler-se no tomada de posição.

O conselho intermunicipal da CIMAC decidiu, por outro lado, fixar o desconto nos passes mensais de transportes rodoviários aos residentes na sua área geográfica em 60% do seu valor.

A CIMAC abrange os municípios de Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa.

O PART conta no total com 104 milhões de euros do Fundo Ambiental, através do Orçamento do Estado, e terá a comparticipação de 12 milhões de euros dos municípios, cabendo a cada comunidade intermunicipal definir, a nível local, qual será o valor da redução no preço das viagens.

Pelo menos 60% do total que cada uma destas entidades vai receber terá de ser aplicado em "ações de apoio à redução tarifária nos transportes públicos coletivos" e o restante utilizado "no aumento da oferta de serviço e na extensão da rede".

O objetivo do Governo é conseguir mais 100 mil utilizadores dos transportes públicos, num total de mais 63 milhões de viagens anuais, reduzindo em 79 mil toneladas as emissões de CO2.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório