Meteorologia

  • 26 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Empresa da Maia que produz sabonetes multiplica 60 vezes a faturação

Uma empresa da Maia especializada em produtos perfumados, que produz 6,5 milhões de sabonetes por ano, espera em 2019 faturar 12 milhões de euros, valor 60 vezes superior ao alcançado há 20 anos, quando se instalou no concelho.

Empresa da Maia que produz sabonetes multiplica 60 vezes a faturação
Notícias ao Minuto

06:40 - 15/07/19 por Lusa

Economia Sabonetes

"Começamos com cinco trabalhadores e, no primeiro ano [1999], faturamos 200.000 euros. No final de 2018, a nossa faturação foi de 11 milhões de euros. O número de trabalhadores subiu para 200 e as perspetivas são de que, em 2019, passemos para 12 milhões. Ao fim deste primeiro semestre, tudo indica que conseguiremos esse objetivo", resumiu, à agência Lusa, o administrador da Castelbel, Aquiles Barros.

A empresa, que recentemente mudou de instalações mantendo a aposta no concelho da Maia, no distrito do Porto, produz 75% para o mercado externo, tendo apostado no mercado português apenas cerca de uma década depois, em 2008, do seu início de atividade.

Aquiles Barros descreveu que "o mercado nacional tem dado boa resposta" e que "a presença na Europa está estabilizada", admitindo que a aposta de crescimento da Castelbel "continua focada no estrangeiro", nomeadamente no mercado asiático e em países como Vietname, Japão, China e Macau, bem como no Brasil e nos EUA.

"O crescimento no estrangeiro é o nosso grande objetivo", disse, à Lusa, Aquiles Barros, acrescentando que "em Portugal a Castelbel tem cerca de 500 clientes" e no total exporta para "perto de 60 países", sendo que a marca própria "corresponde a 70% das vendas".

A empresa, onde em 2018 foram embrulhados 6,5 milhões de sabonetes, começou a laborar há 20 anos num armazém com 700 metros quadrados, em 2006 mudou para instalações com 1.700 metros quadrados e, desde maio, está num espaço com 5.000.

Aquiles Barros frisou como objetivos atuais o reforço no setor de vendas internacionais e a especialização, bem como a aposta no aumento da capacidade produtiva através da maquinaria.

Já questionado sobre projetos que possam significar o aumento do número de postos de trabalho, o também fundador da empresa revelou que "sazonalmente são admitidos 40 trabalhadores para serviço entre os meses de verão e o Natal, sendo que habitualmente acaba por absorver cerca de metade" e referiu, frisando, sempre, que esta é uma "estimativa otimista", que em 2020 a Castelbel poderá chegar aos 300 funcionários.

"A linha de produção está a ser aumentada de forma indireta. Um dos grandes estrangulamentos que temos na nossa produção é a cunhagem de sabonetes. Neste momento estamos a construir máquinas de cunhagem novas com cada vez mais perfeição. E a máquina que cunhava 25 sabonetes por minuto, neste momento, criada uma alteração, terá dois setores de cunhagem, ou seja, mudará imediatamente para o dobro da produção", contou o administrador.

Desta forma, a título de exemplo, a firma localizada na Maia tem capacidade instalada para "dobrar" a produção de sabonetes, caso venha a revelar-se necessário, para 12 milhões por ano.

"O futuro parece-nos risonho. Continuamos a crescer aos bocadinhos. Continuamos a querer ser uma família. Há uns anos tínhamos uns 'stands' nas feiras e agora são 'stands' 10 vezes maiores. Apostamos numa loja na Baixa no Porto e dentro de dois/três meses abriremos uma segunda loja no Centro Cultural de Belém, em Lisboa", concluiu o administrador.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório