Meteorologia

  • 23 JULHO 2019
Tempo
26º
MIN 22º MÁX 28º

Edição

Cinco alternativas para pagar dívidas (sem fazer um empréstimo)

Se tem dívidas e pretende recorrer a um empréstimo para regularizar a sua situação, não o faça já. Existem várias alternativas que o podem ajudar, sem ter de recorrer já a um crédito.

Cinco alternativas para pagar dívidas (sem fazer um empréstimo)

"Se se encontra em incumprimento no pagamento de um empréstimo ou está perto de lá chegar, certamente que já começou à procura de soluções. Imediatamente pensou em pedir um crédito rápido para pagar as prestações que estão em atraso (ou prestes a ficar)? Acredite, essa pode não ser a melhor hipótese, podendo traduzir-se numa dívida ainda maior, trazendo-lhe mais problemas financeiros e podendo levar a uma situação insustentável", refere o ComparaJá.pt.

Há, porém, outras alternativas, como salienta o portal de comparação de produtos de crédito e telecomunicações

  1. Avaliação do orçamento mensal - "O primeiro passo que deve dar quando se vê numa situação financeiramente mais instável é rever o seu orçamento familiar. Anote todos os gastos (fixos e variáveis) que tem por mês e analise quais os que pode dispensar de forma a que consiga reservar mais dinheiro para o pagamento das suas prestações."
  2. Renegociação de crédito com o banco - "Já analisou todos os seus gastos mensais e mesmo assim, com os ajustes que efetuou, não consegue cobrir as prestações? Ainda está a ponderar pedir crédito para pagar dívidas? Saiba que pode tentar renegociar o seu contrato de crédito junto do banco. As instituições financeiras oferecem proteção mediante situações de incumprimento, uma vez que não é do interesse das mesmas que deixe de pagar as suas mensalidades."
  3. Consolidação de créditos - "Outra alternativa a pedir crédito para pagar dívidas passa pela consolidação de todos os empréstimos num só. Esta solução permite que diversos empréstimos contraídos em diferentes bancos sejam aglomerados numa só instituição financeira, traduzindo-se numa só mensalidade por mês e numa redução substancial das prestações."
  4. Transferência de crédito habitação - "Se tem um crédito à habitação ao qual não está a conseguir fazer face, a solução poderá passar por transferi-lo. Através da transferência do crédito para outro banco poderá encontrar condições mais favoráveis e que se traduzirão na redução das prestações."
  5. Apoio ao endividado - "Pode recorrer ao PERSI (Procedimento Extrajudicial de Regularização de Situações de Incumprimento) através do seu banco, que consiste num processo de reestruturação de crédito no qual o banco apresenta uma ou várias propostas de renegociação ao cliente, de forma a que juntos cheguem a uma solução mais vantajosa. Há também a possibilidade de pedir ajuda à RACE (Rede de Apoio ao Cliente Endividado) do Banco de Portugal, que atua no sentido de informar, aconselhar e acompanhar clientes bancários que estejam em risco de incumprimento ou que já estejam efetivamente endividados."

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório