Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
25º
MIN 23º MÁX 26º

Edição

Santa Casa: Portugueses jogaram 3.092 milhões, a maioria em raspadinhas

Os portugueses continuam a preferir apostar na lotaria instantânea, as famosas raspadinhas.

Santa Casa: Portugueses jogaram 3.092 milhões, a maioria em raspadinhas
Notícias ao Minuto

08:40 - 10/07/19 por Notícias ao Minuto 

Economia Raspadinha

Os jogos sociais geraram mais de 3.092 milhões de euros para a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) no ano passado, de acordo com o Relatório de Gestão e Contas 2018. A maior parte deste dinheiro destinou-se à compra de raspadinhas

"Pela primeira vez na sua história, os Jogos Sociais do Estado devolveram à sociedade mais de 3 mil milhões de euros, um valor equivalente a 1,5% do PIB nacional. Entre prémios atribuídos aos apostadores (1.833 milhões de euros), Imposto do Selo (180 milhões de euros), remunerações pagas aos mediadores e comerciantes locais (236 milhões de euros) e distribuição de receitas pelos beneficiários (733 milhões de euros), os Jogos Sociais retribuíram à sociedade 97,5 por cento das suas vendas brutas totais (3.097 milhões de euros), ou seja, 3.019 milhões de euros", pode ler-se no documento.

Os jogos que maior receita geraram à Santa Casa foram a lotaria instantânea (raspadinhas), com 1.574 milhões de euros, seguindo-se as apostas mútuas (908 milhões de euros, uma diminuição de 6,9% face a 2017), e ainda o Euromilhões e o Milhão, que geraram 805 milhões de euros (menos 5,4%).

O jogo de apostas desportivas Placard cresceu 5% para 527 milhões de euros.

Na apresentação de resultados, o provedor da Santa Casa, Edmundo Martinho, revelou ainda que está em fase de implementação um jogo de apostas hípicas, algo a ser feito "de forma muito prudente".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório