Meteorologia

  • 03 DEZEMBRO 2021
Tempo
12º
MIN 8º MÁX 16º

Edição

Fed inicia reunião sob pressão de Trump para baixar taxas de juro

A Reserva Federal (Fed) iniciou hoje uma reunião de política monetária de dois dias sob pressão do presidente norte-americano para baixar as taxas de juro, com Donald Trump a lançar também críticas ao Banco Central Europeu (BCE).

Fed inicia reunião sob pressão de Trump para baixar taxas de juro

Pouco antes do início da reunião do banco central norte-americano, Trump surpreendeu com críticas inesperadas ao BCE, depois de o presidente desta instituição, Mario Draghi, ter admitido a hipótese de novas medidas de estímulo na zona euro.

"Mario Draghi acaba de anunciar que podem vir novas medidas para estimular a economia (europeia), o que fez imediatamente cair o euro face ao dólar, dando-lhes uma vantagem injusta na concorrência com os Estados Unidos", disse Trump, na rede social Twitter.

"Os mercados europeus subiram após os comentários (injustos para os Estados Unidos) feitos hoje por Mario D!", acrescentou o presidente norte-americano.

A Fed vai divulgar na quarta-feira ao final da tarde um comunicado com as decisões da sua reunião e divulgará novas projeções de crescimento económico, antes de uma conferência de imprensa do presidente do banco central dos Estados Unidos, Jerome Powell.

As atenções estão centradas nos sinais que a Fed pode dar sobre a evolução das taxas de juro, atualmente entre 2,25% e 2,5%.

O banco central tem feito uma pausa na política de subida gradual dos juros e mantém as taxas a este nível desde dezembro de 2018.

Mas a pausa nas subidas não parece suficiente para a Casa Branca, que tem vindo a reclamar uma descida das taxas de juro e a criticar a orientação seguida pelo banco central norte-americano.

"Pessoalmente, creio que a Fed devia baixar as taxas de juro", afirmou Trump em abril, sublinhando que a "inflação está baixa".

Nas últimas semanas, a crescente tensão comercial entre Estados Unidos e China tem aumentado a inquietação quanto ao crescimento da economia dos Estados Unidos.

Em declarações recentes em Chicago, Powell afirmou que o banco central está preparado para proteger a expansão da economia norte-americana, se considerar isso necessário num contexto de guerra comercial, o que foi interpretado como uma abertura à possibilidade de vir a reduzir o custo do dinheiro, mas na opinião de vários analistas, o mais provável é que a descida das taxas só ocorra na próxima reunião, em julho.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório