Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Presidente timorense inaugura novo Aeroporto Internacional de Oecusse

O Presidente timorense, Francisco Guterres Lu-Olo, inaugura hoje o novo Aeroporto Internacional Rota do Sândalo, na cidade de Pante Macassar, no enclave de Oecusse, uma obra que custou quase 120 milhões de dólares (107 milhões de euros).

Presidente timorense inaugura novo Aeroporto Internacional de Oecusse
Notícias ao Minuto

06:43 - 18/06/19 por Lusa

Economia Investimento

A nova infraestrutura, a mais moderna do país, é a 'jóia' do projeto da Região Administrativa Especial de Oecusse-Ambeno (RAEOA) e da Zona Especial de Economia Social de Mercado (ZEESM), projeto que assinala hoje o seu quinto aniversário.

O presidente do Parlamento, Arão Noé Amaral, membros do Governo, deputados e outros dirigentes nacionais, incluindo o ex-Presidente, José Ramos-Horta, participam no evento, cujo anfitrião é o presidente da autoridade, Mari Alkatiri.

O aeroporto tem uma pista de 2.200 metros de comprimento e de 45 metros de largura, com um 'stopway' pavimentado de 60 metros a cada extremidade e uma zona de segurança adicional (RESA) de 90 metros, além de uma faixa de 300 metros de largura de área de proteção, informou à Lusa a RAEOA.

Com uma área de 8.500 metros quadrados e uma capacidade anual para acolher até um milhão de passageiros o aeroporto foi construído pela empresa indonésia Wijaya Karya Tbk (Wika) com base num projeto do atelier português Allby Arch.

Rui Pedro Mota, responsável da Allby Arch, refere que o espaço "será uma das principais portas de entrada e saída do país" e que o atelier procurou transmitir no projeto "as aspirações de uma nação jovem que tem uma tradição orgulhosa e que acredita firmemente no futuro".

O desenho do projeto "valoriza a riqueza da flora natural, os temas arquitetónicos locais, o clima tropical, a luz natural e a presença do mar, que oferecem uma experiência única ao passageiro", refere o atelier numa nota enviada à Lusa.

"A natureza também inspirou a abordagem sustentável do projeto, que tem serviços de operações altamente eficientes e de grande versatilidade espacial", sublinha.

O terminal de passageiros funcionará em dois pisos, com base numa estrutura modular que permitirá futuras expansões.

A infraestrutura tem capacidade para acolher aeronaves da categoria 4C - B737-800 ou A320-200 equivalente - inclui um terminal com capacidade para 250 mil passageiros anuais e 500 passageiros a chegar e a partir em simultâneo.

O terminal tem 12 balcões de check-in e salas de embarque separadas para voos domésticos e internacionais, mas que podem ser reconfiguradas dinamicamente para acomodar diferentes necessidades.

A unidade conta com sistemas modernos de comunicações, de salvamento e de informação meteorológica automatizada.

Há ainda um terminal de carga e um edifício para os Serviços de Quarentena e um edifício para albergar e manter todos os equipamentos de apoio de placa que fazem parte do pacote de construção e que permitem a assistência às aeronaves.

O aeroporto dispõe ainda de um parque de combustíveis de aviação que pode ser expandido ao longo do tempo e onde se podem armazenar 80.000 litros de Jet Fuel e 3.000 litros de AVGAS 100LL para aeronaves ligeiras de pistões.

A obra foi entregue, provisoriamente, à RAEOA no dia 06 de dezembro tendo decorrido em maio último os últimos voos de calibração e comissionamento das ajudas rádio e ajudas visuais do Aeroporto.

A calibração foi feita pela aeronave B200GT King Air da companhia Balai Besar Kalibrasi, que pertence à Direção Geral da Aviação Civil da República Indonésia.

A calibração e comissionamento da ajuda rádio DVOR-DME permite que fique oficialmente disponível enquanto equipamento de navegação para qualquer voo de e para Oé-Cusse bem como para todas as aeronaves que sobrevoem esta região, fornecendo indicações precisas de posição e distância.

A obra arrancou em março de 2015 e foi adjudicada à empresa indonésia PT Wijaya Karya com um valor inicial de 79,8 milhões de dólares, revisto em junho de 2016 para 119,9 milhões de dólares, o seu valor final.

Esse aumento de preço surgiu depois de uma revisão ao projeto inicial realizado pela empresa ISQ que obrigou a "alterações profundas" no projeto que se não tivessem sido feitas, como foi anunciado na altura pelos responsáveis timorenses, teria inflacionado a obra para um custo de entre 140 e 160 milhões.

O novo aeroporto amplia significativamente as condições do acesso ao enclave que até 2015 era praticamente apenas por estrada e mar e que, desde aí, permitiu viagens áreas, ainda que com uma pista provisória, agora substituída pela nova pista.

Antes das mudanças implementadas pela RAEOA, aterrar em Oecusse obrigava, muitas vezes, a afastar vacas e porcos que pastavam nas ervas altas próximo de uma curta pista de terra batida.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório