Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 21º

Edição

Preço das casas mantém subida mas abranda em Lisboa e Porto

O preço da habitação em Portugal manteve o ritmo de subida no primeiro trimestre de 2019, embora em Lisboa e no Porto se note já um abrandamento na subida dos preços, divulgou hoje a Confidencial Imobiliário.

Preço das casas mantém subida mas abranda em Lisboa e Porto
Notícias ao Minuto

13:04 - 17/06/19 por Lusa

Economia Habitação

De acordo com os mais recentes resultados do Índice de Preços Residenciais, referentes ao primeiro trimestre de 2019, em termos nacionais, o preço da habitação "manteve o ritmo de subida" naquele intervalo de tempo, registando um aumento homólogo de 15,9%.

Trata-se da variação homóloga mais elevada dos últimos quatro trimestres, período durante o qual o preço das casas no país tem subido sempre acima dos 15%, o patamar mais elevado desde 2007.

De acordo com este indicador, o preço das casas em Lisboa subiu 10,9% no primeiro trimestre de 2019, face a igual período de 2018, o que representa uma "forte desaceleração" relativamente à variação homóloga de 16% registada no final de 2018.

Estes valores vêm confirmar a tendência de desaceleração da valorização registada neste mercado ao longo do último ano (no 2.º trimestre de 2018, Lisboa valorizava 21,5%), tratando-se da variação homóloga mais baixa desde finais de 2015.

Também no Porto, os resultados refletem um abrandamento face aos 32,9% observados no trimestre anterior, ainda que a subida homóloga dos preços residenciais se mantenha "como a mais elevada do país (28,8% no primeiro trimestre de 2019)".

Apesar de se manter em níveis elevados, esta é a primeira vez, desde o início de 2018, que a subida homóloga de preços no Porto reduz a intensidade, o que sugere que este mercado possa estar agora a iniciar o percurso de arrefecimento que se observa em Lisboa há cerca de um ano, referem.

"Os mais recentes resultados do Índice de Preços sugerem que já não são as cidades de Lisboa e Porto a base para o crescimento nacional dos preços, mas sim o aumento verificado nas outras cidades. Na maioria das capitais distritais a subida dos preços intensificou-se neste trimestre, explicando-se, assim, que os preços a nível nacional mantenham o ritmo de crescimento num contexto de abrandamento da valorização nos dois principais mercados", refere, em comunicado, o diretor da Confidencial Imobiliário, Ricardo Guimarães.

Em termos trimestrais, quer o mercado de Lisboa quer o do Porto registaram igualmente uma tendência de suavização nos primeiros três meses do ano. Em Lisboa, os preços registaram uma variação residual de 0,7%, em desaceleração face aos 1,7% observados no quarto trimestre de 2018, enquanto no Porto, a variação foi de 5,3%, embora igualmente abaixo do trimestre prévio (6,9%). Em termos nacionais, a subida trimestral no 1.º trimestre de 2019 fixou-se em 3,5%, acima dos 3,3% registados no trimestre anterior.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório