Meteorologia

  • 17 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Portugal exportou 647,8 milhões de bens para a China até abril

Portugal exportou nos primeiros quatro meses do ano para a China produtos no valor de 733,2 milhões de dólares (647,8 milhões de euros), menos 0,07% relativamente ao período homólogo de 2018, foi hoje anunciado.

Portugal exportou 647,8 milhões de bens para a China até abril
Notícias ao Minuto

12:09 - 13/06/19 por Lusa

Economia mercados

De acordo com dados oficiais publicados no portal do Fórum Macau, com base nas estatísticas dos Serviços de Alfândega chineses, as trocas comerciais entre Lisboa e Pequim ascenderam a 2,12 mil milhões de dólares (1,87 mil milhões de euros) até abril, o que corresponde a um aumento de 13,7%, em comparação com o período homólogo do ano passado.

Já as importações de produtos chineses aumentaram 22,64%, em relação ao mesmo período do ano passado.

Portugal importou da China bens no valor de aproximadamente 1,38 mil milhões de dólares, tendo Lisboa um saldo comercial negativo com o país asiático de cerca de 647 milhões de dólares.

Contudo, no mês de abril as compras de bens de Portugal à China quebraram 9,1%, em relação ao mesmo mês de 2018, fixando-se nos 353,8 milhões de dólares.

Em sentido inverso, Lisboa vendeu, em abril, bens no valor de 187,4 milhões de dólares, um ligeiro aumento de 0,14%, comparando com o mês em análise do ano passado.

Os dados dos Serviços de Alfândega chineses indicam que as trocas comerciais entre a China e os países lusófonos se fixaram em 46,25 mil milhões de dólares ao longo dos primeiros quatro meses do ano, verificando-se um crescimento de 11,99%.

As importações por parte da China representam a maior parte deste valor: 33,72 mil milhões de dólares, um aumento de 15,89% face ao mesmo período em análise de 2018.

Por sua vez, as exportações chinesas para países lusófonos registaram um aumento de 2,68%, tendo alcançado os 12,52 mil milhões de dólares.

O Brasil continua a ser o principal parceiro da China no âmbito do bloco lusófono, tendo registado trocas comerciais de 34,38 mil milhões de dólares.

Pequim comprou a Brasília, nos primeiros quatro meses do ano, produtos no valor de 24,45 mil milhões de dólares, mais 23,97% do que nos meses de janeiro a abril de 2018, e o Brasil adquiriu à China bens no valor de 9,93 mil milhões de dólares, um aumento de 1,04%.

Angola surge no segundo lugar do 'ranking' lusófono com trocas comerciais com a China no valor de 8,9 mil milhões de dólares, com Luanda a enviar para Pequim produtos no valor de 8,32 mil milhões de dólares e a fazer compras de 576 milhões de dólares.

As trocas comerciais até abril entre a China e Moçambique foram de 783 milhões de dólares, mais 10,47% comparando com os quatro primeiros meses de 2018.

A China estabeleceu a Região Administrativa Especial de Macau como plataforma para a cooperação económica e comercial com os países de língua portuguesa em 2003, ano em que criou o Fórum Macau.

Em 2018, Portugal exportou para a China produtos no valor de 2,24 mil milhões de dólares, mais 5,59% relativamente ao período homólogo de 2017, e as trocas comerciais entre Lisboa e Pequim ascenderam a 6.016 milhões de dólares no ano passado, o que corresponde a um aumento de cerca de 408 milhões de dólares, em comparação com 2017.

No ano passado, as trocas comerciais entre a China e os países lusófonos fixaram-se em 147,35 mil milhões de dólares ao longo dos três primeiros meses do ano, verificando-se um crescimento de 25,31%.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório