Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
26º
MIN 24º MÁX 29º

Edição

Afinal, quanto tempo dura uma nota?

O ciclo de vida de uma nota é variável. As que têm valor mais baixo duram menos, em média "dois a três anos".

Afinal, quanto tempo dura uma nota?

O euro já circula nas nossas carteiras há duas décadas, mas é "pouco provável" que ainda circulem notas da  emissão inaugural da moeda única, de acordo com o Banco de Portugal (BdP). Isto, porque como em tudo, as notas também têm um ciclo de vida - e é inferior ao tempo que passou desde que começaram a circular.  As de menor valor duram menos, as de maior valor duram mais. 

"O tempo médio de vida das notas de euro é bem inferior ao número de anos que passaram desde o primeiro dia em que a moeda única começou a ser distribuída nas caixas automáticos dos 11 países fundadores do euro, a 1 de janeiro de 2002. E varia consoante o valor da nota, além de depender de muitos outros fatores", pode ler-se num comunicado divulgado pelo supervisor da banca. 

O tempo de vida depende, mas há um padrão: as que valem menos duram menos, enquanto as que valem mais duram mais. E é fácil perceber o motivo, como são muito utilizadas, deterioram-se com mais facilidade. 

"As notas de valor mais baixo são as que apresentam menor tempo de vida. Em média, na área do euro, as denominações de 5, 10, 20 e 50 euros duram entre dois a três anos. Isto porque são utilizadas sobretudo como meio de troco, apresentando uma elevada frequência de utilização", refere o supervisor.  

Por outro lado, como as notas de valor mais elevado são menos utilizadas têm mais durabilidade. "Na área do euro, o tempo médio de vida das denominações de 100 e 200 euros varia entre 8 e 10 anos e a nota de 500 euros tem uma duração próxima de 12 anos", adianta o BdP. 

Fibras de algodão para aumentar resistência

De acordo com o supervisor da banca, aumentar a resistência das notas é uma preocupação dos bancos. Por isso, as notas que hoje circulam são compostas por fibras de algodão. E mais: "Nas notas de 5 e 10 euros da série Europa é também aplicada uma camada protetora após a impressão, para reforçar a durabilidade destas denominações que têm uma alta rotação de circulação", esclarece ainda o supervisor. 

No processo de retirada de notas de circulação, o BdP adianta que são tidos em consideração fatores como os custos de fabricação, encargos de segurança e, ainda, o impacto ambiental.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório