Meteorologia

  • 22 JULHO 2019
Tempo
28º
MIN 21º MÁX 33º

Edição

Trump espera acordo comercial entre os EUA e a China

O presidente dos Estados Unidos mostrou-se hoje otimista quanto à assinatura "em breve" de um acordo comercial com a República Popular da China, apesar do impasse negocial entre os dois países.

Trump espera acordo comercial entre os EUA e a China
Notícias ao Minuto

09:41 - 27/05/19 por Lusa

Economia negociações comerciais

Donald Trump encontra-se no Japão e disse hoje numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe que espera um acordo comercial com Pequim.

"Eu penso que, a qualquer momento, a China e os Estados Unidos vão concluir um acordo comercial formidável. Aguardamos esse momento com entusiasmo", disse o presidente dos Estados Unidos.

Questionado pelos jornalistas sobre os temas da atualidade, Trump afirmou que os Estados Unidos não procuraram uma "mudança de regime" no Irão.

A declaração do chefe de Estado norte-americano ocorre numa altura em que se agravam as relações entre Washington e Teerão.

"Nós não estamos à procura de uma mudança de regime no Irão, o que nós queremos é o desaparecimento das armas nucleares", disse Trump numa altura em que os Estados Unidos projetam forças militares na região do Golfo Pérsico.

Mesmo assim, Trump disse que estima poder alcançar um acordo com Teerão.

Na mesma conferência de imprensa que decorreu em Tóquio, o presidente dos Estados Unidos referiu-se à Coreia do Norte considerando o líder Kim Jong-un um "homem muito inteligente" consciente da necessidade de renunciar às armas nucleares para que o país se possa desenvolver.

"Ele sabe que com o nuclear apenas coisas más podem acontecer. É um homem muito inteligente e compreende isto muito bem", afirmou Trump acrescentando que a Coreia do Norte tem um potencial económico que classificou como "fenomenal".

Sobre a mesma questão, o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, disse que tem "apoio total" do presidente dos Estados Unidos para se encontrar com o dirigente norte-coreano Kim Jong-un.

"Eu sinto que tenho de me encontrar com o presidente Kim, sem pré-condições e que é necessário trocar pontos de vista (...) o presidente Trump disse-me que concorda e que me apoia", disse Shinzo Abe na conferência de imprensa hoje em Tóquio.

O presidente dos Estados Unidos foi o primeiro governante estrangeiro a ser recebido em audiência pelo novo imperador do Japão, Naruhito, no trono desde 01 de maio, dia em que o pai abdicou formalmente.

Trump está no Japão desde sábado onde cumpre um programa oficial que se vai prolongar até terça-feira.

Além do encontro com o novo imperador que se prolongou durante meia hora, o presidente dos Estados Unidos já realizou uma série de reuniões com o primeiro-ministro Shinzo Abe.

Entretanto, Trump anunciou que os Estados Unidos vão vender 105 aviões de combate norte-americanos F-35.

"Os Estados Unidos apoiam os esforços do Japão na melhoria das capacidades de defesa e nos últimos meses enviamos (para o Japão) uma grande quantidade de equipamentos militares", disse Donald Trump.

Pela primeira vez em 2011, Tóquio mostrou a intenção de adquirir 42 aviões F-35, sendo que vai agora comprar 105 aparelhos, tornando-se o primeiro cliente internacional do avião de combate "de quinta geração".

Apesar da compra dos aparelhos militares, Trump lamentou o "desequilíbrio" da balança comercial entre os dois países.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório