Meteorologia

  • 19 MAIO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 16º

Edição

Horta Osório diz que comissão é essencial em termos de "transparência"

O presidente executivo do Lloyds Bank, António Horta Osório, disse hoje que a comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD) é uma "questão essencial em termos de transparência e confiança dos portugueses".

Horta Osório diz que comissão é essencial em termos de "transparência"
Notícias ao Minuto

11:31 - 17/05/19 por Lusa

Economia Inquérito/CGD:

O banqueiro estima que a injeção de capital no banco público custou cerca de 2.000 euros a cada família e, por isso, os portugueses precisam de saber "o que aconteceu" e se as decisões foram tomadas de forma adequada, ou não.

Horta Osório falava aos jornalistas à margem da conferência da AICEP "Exportações & Investimento", que decorre hoje na Nova School of Business and Economics, em Carcavelos, concelho de Cascais.

Questionado sobre o empresário Joe Berardo, o banqueiro respondeu não querer fazer "comentários em particular personalizados", mas disse que, como tem vindo a referir "há vários anos, a questão da CGD é uma questão essencial em termos de transparência e de confiança dos portugueses, porque o banco pertence aos portugueses.

"Penso que é um princípio fundamental de transparência e justiça saber exatamente o que se passou com os grandes problemas que originaram essa injeção de capitais dos portugueses. E as audições do parlamento, obviamente, vão nessa direção e é positivo", afirmou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório