Meteorologia

  • 16 JUNHO 2019
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 22º

Edição

Pagar dividendos ao Estado faz parte da "normalização" da CGD

O presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos (CGD), Paulo Macedo, considerou hoje que a distribuição de dividendos ao Estado faz parte da normalização da atividade do banco público.

Pagar dividendos ao Estado faz parte da "normalização"  da CGD
Notícias ao Minuto

17:59 - 02/05/19 por Lusa

Economia Paulo Macedo

"A distribuição de dividendos é um dos fatores, entre outros, que consideramos necessário para a normalização da atividade do banco", disse Paulo Macedo em Lisboa, na conferência de imprensa de apresentação de resultados do primeiro trimestre da CGD, período no qual o banco teve lucros de 126,1 milhões de euros (mais 85% do que no mesmo período do ano anterior).

Segundo Paulo Macedo, mesmo depois de pagar dividendos ao único acionista (o Estado), a CGD fica confortável em termos de rácios de capital (que servem para avaliar a solvabilidade do banco).

No Relatório de Gestão e Contas da CGD referente a 2018, divulgado na terça-feira à noite na Comissão do Mercado e Valores Mobiliários (CMVM), o banco detido na totalidade pelo Estado indica que reservou 200 milhões de euros para dividendos a entregar ao Estado, tendo já obtido para isso autorização das entidades competentes.

Essa proposta será votada na assembleia-geral anual, que se realiza no final deste mês.

No princípio de fevereiro, a CGD apresentou lucros consolidados de 496 milhões de euros em 2018, bem acima dos 51,9 milhões de euros registados em 2017, sendo o segundo ano consecutivo de lucros, depois de entre 2011 e 2016 os prejuízos acumulados terem superado os 3.800 milhões de euros.

A última vez que a CGD pagou dividendos ao Estado foi em 2010.

Em outubro do ano passado, o secretário de Estado Adjunto e das Finanças, Ricardo Mourinho Félix, disse em entrevista ao Jornal Económico que o Governo esperava conseguir em 2019 cerca de 200 milhões de euros com os dividendos da Caixa Geral de Depósitos, valor que Paulo Macedo considerou "plausível" uns dias depois.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório