Meteorologia

  • 18 JUNHO 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Espanha e França lideram maioria das capturas de atuns na União Europeia

Espanha (64%) e França (28%) são os Estados-membros da União Europeia (UE) que maior quantidade de atum capturaram em 2017, segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Espanha e França lideram maioria das capturas de atuns na União Europeia
Notícias ao Minuto

12:02 - 02/05/19 por Lusa

Economia Eurostat

Na UE, foram capturadas cerca de 435 mil toneladas de peso vivo de atum nas sete regiões sobre as quais há dados, representando cerca de 10% do total das capturas de espécies marinhas naquele ano.

A espécie mais capturada pela frota da UE foi o atum-gaiado (196 mil toneladas), seguindo-se o atum-albacora (118 mil toneladas).

O Eurostat salienta que as unidades populacionais de atum-rabilho - espécie muito apreciada e de grande valor comercial e cujos 'stocks' estão ameaçados - estão a recuperar com a introdução de limites à pesca, tendo sido reportadas capturas na ordem das 13 mil toneladas de peso vivo.

A maior quantidade de atuns foi pescada em águas do Oceano Índico Ocidental (cerca de 230 mil toneladas de peso vivo), seguindo-se a zona do Atlântico Central Oriental (129 mil toneladas de peso vivo).

Em Portugal, foram capturadas 431 toneladas de atum-rabilho (413 no Atlântico Nordeste e 18 no Atlântico Central Oriental), 1.812 toneladas de atum-gaiado, 183 toneladas de atum-albacora e 13 mil toneladas de peso vivo de atuns, bonitos e peixes-agulha.

Para além das mencionadas, há capturas de atum no Atlântico Sudoeste, Atlântico Sudeste, Atlântico Noroeste, Mediterrâneo e Mar Negro.

O gabinete estatístico europeu divulgou estes dados no âmbito do Dia Mundial do Atum, que se assinala hoje.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório