Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Boeing rejeita críticas ao 737 Max: "Foram projetados adequadamente"

Porém, o CEO da fabricante de aviões admite que estão a ser feitas melhorias.

Boeing rejeita críticas ao 737 Max: "Foram projetados adequadamente"

O CEO da Boeing, Dennis Muilenburg, rejeitou as críticas que têm sido feitas ao 737 Max, depois de um acidente com um desses aparelhos, no dia 10 de março, que vitimou todos os passageiros a bordo. "[Esses aviões] foram projetados adequadamente", disse Muilenburg, acrescentando, porém, que a empresa está a trabalhar para os tornar ainda mais seguros. 

Ainda assim, o responsável pela fabricante de aviões adiantou que os pilotos não "seguiram" completamente os procedimentos devidos, delineados pela Boeing, para evitar o problema que provavelmente causou o acidente, segundo a CNN. 

"No futuro, identificamos uma maneira de melhorar", disse ele. "Estou confiante de que isso tornará [o 737 Max] num dos aviões mais seguros a voar no ar", disse o responsável.

Recorde-se que o acidente com o Boeing 737 Max, a comando da Ethiopian Airlines matou as 157 pessoas que iam a bordo e aumentou a pressão sobre os aparelhos da fabricante de aviões. Até porque, sublinhe-se, este foi o segundo acidente com um destes aparelhos no espaço de meio ano. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório