Meteorologia

  • 20 MAIO 2019
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 16º

Edição

Remessas dos emigrantes em Angola sobem quase 20% para 10 milhões

As remessas dos portugueses a trabalhar em Angola subiram 19,4% em fevereiro, chegando a 10,7 milhões de euros, enquanto os angolanos em Portugal enviaram 970 mil euros, um aumento de quase 30% nesse mês.

Remessas dos emigrantes em Angola sobem quase 20% para 10 milhões
Notícias ao Minuto

14:23 - 23/04/19 por Lusa

Economia fevereiro

De acordo com os dados do Banco de Portugal, os emigrantes em Angola enviaram 10,69 milhões de euros, o que representa uma subida de 19,4% face aos 8,95 milhões enviados em fevereiro do ano passado.

Em sentido inverso, os angolanos em Portugal enviaram para o seu país 970 mil euros, o que representa uma subida de 29,3% face aos 750 mil euros enviados no mesmo mês do ano anterior.

No total, as remessas subiram 7,4% em fevereiro, ultrapassando 300 milhões de euros, ao passo que as verbas enviadas pelos estrangeiros a trabalhar em Portugal desceram 10,1%, para 38,3 milhões, nesse mês.

Os portugueses a trabalhar no estrangeiro enviaram 300,4 milhões de euros em fevereiro, o que representa uma subida de 7,4% face aos 279,6 milhões enviados em fevereiro do ano passado.

Juntando os dois primeiros meses do ano, os emigrantes já enviaram para Portugal 580 milhões de euros.

Como é costume, a França, com 91 milhões, representa o maior mercado de receitas enviadas para Portugal, seguida da Suíça, com 85,8 milhões.

Em sentido inverso, os estrangeiros a trabalhar em Portugal enviaram para os seus países 38,3 milhões de euros em fevereiro, o que representa uma descida de 10,1% face aos 42,6 milhões de euros enviados em fevereiro do ano passado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório