Meteorologia

  • 27 MAIO 2019
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

CTT Now: O novo serviço dos CTT que permite entregas em duas horas

Para já, o serviço só está disponível em Lisboa e promete entregas no próprio dia, num prazo de até duas horas.

CTT Now: O novo serviço dos CTT que permite entregas em duas horas
Notícias ao Minuto

11:05 - 08/04/19 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Empresas

Os CTT - Correios de Portugal querem acelerar a entrega de encomendas. A operadora anunciou, esta segunda-feira, o lançamento da plataforma CTT Now, que permite a entrega de encomendas no próprio dias, num prazo de até duas horas. Para já, esta funcionalidade só está disponível em Lisboa.

Na prática, este serviço vai permitir que o cliente, através da aplicação ou do site dos CTT, solicite o envio de um objeto e acompanhe o percurso do estafeta até ao momento da entrega.

Porém, para já, o CTT Now está apenas disponível na zona da Grande Lisboa, de acordo com um comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

"O CTT Now representa mais um passo dos CTT na senda da sua transformação digital, inovação e desenvolvimento do comércio eletrónico em Portugal, disponibilizando aos seus clientes, particulares ou empresas com perfil moderno jovem e digital, uma plataforma de serviços de recolhas e entregas rápidas", refere Alberto Pimenta, Diretor de e-Commerce dos CTT, citado no mesmo comunicado. 

Para aceder a este novo serviço deve registar-se no site, disponível através deste link, ou fazer o download da app 'cttnow', disponível para sistemas Android e iOS. Depois, tem de inserir a morada e o tipo de objetivo e receberá logo uma estimativa dos custos. "O preço é definido em função do número de objetos, número de pontos de entrega pretendidos e distância percorrida", diz a operadora. 

Também neste âmbito, os CTT anunciaram também, no início de março, o lançamento de cacifos automáticos, que prometem facilitar o levantamento de encomendas. No entanto, esta solução também só está, para já, disponível em Lisboa.

Parcerias à vista?

Os CTT esperam que esta lógica de 'entregas rápidas' possa ser alargada a outros parceiros e estafetas da operadora de correios. Aliás, este dinamismo vai mesmo acontecer e o pontapé de saída será dado com a noMENU. 

"Esta plataforma poderá ser alargada a outros parceiros e estafetas para além dos recursos internos dos CTT, numa lógica de economia partilhada, apontando-se no arranque do serviço para a inclusão de estafetas da empresa de entregas noMENU", pode ler-se no mesmo comunicado. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório