Meteorologia

  • 24 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Morreu João Vasconcelos, antigo secretário de Estado da Indústria

João Vasconcelos foi secretário de Estado da Indústria do Governo de António Costa até julho de 2017. O ex-governante morreu durante a noite de hoje, vítima de ataque cardíaco. Tinha 43 anos.

Morreu João Vasconcelos, antigo secretário de Estado da Indústria
Notícias ao Minuto

10:20 - 26/03/19 por Notícias ao Minuto 

País Óbito

Morreu João Vasconcelos, o antigo secretário de Estado da Indústria do Governo de António Costa. A notícia, inicialmente avançada por vários meios de comunicação, foi entretanto confirmada pelo Notícias ao Minuto junto de fonte próxima. 

De acordo com a imprensa, o antigo secretário de Estado terá morrido na sequência de um ataque cardíaco. À agência Lusa fonte do PS confirmou que João Vasconcelos morreu subitamente, mas só a autópsia poderá revelar a causa da morte.

João Vasconcelos, de 43 anos, foi diretor executivo da Startup Lisboa, entre 2011 e 2015, destacando-se ainda por liderar o processo da vinda da Web Summit para Portugal. Entre 2005 e 2011, tinha desempenhado funções de adjunto e assessor do gabinete do primeiro-ministro, José Sócrates, para a área dos assuntos regionais e económicos.

Já entre 1999 e 2005, ocupara o cargo de vice-presidente da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE). João Vasconcelos administrou também diversas empresas familiares nos setores do turismo e serviços, tendo também sido mentor de vários programas de aceleração empresarial, nomeadamente o Startup Pirates, Founder Institute, Lisbon Challenge e Seedcamp.

Recorde-se que o antigo secretário de Estado deixou o Executivo de António Costa em julho de 2017, na sequência da polémica das viagens ao Europeu de 2016, após ser constituído arguido pelo Ministério Público no processo que investigava "o pagamento pela Galp Energia S.A. de viagens, refeições e bilhetes para diversos jogos da seleção nacional no Campeonato Europeu de Futebol de 2016", o qual acabou por ser arquivado.

Na altura, disse sair com "absoluta confiança" nos projetos que liderou e nas equipas que nomeou, sublinhando "orgulho" por ter integrado um executivo "tão reformador quanto humano".

"Saio com uma absoluta confiança em todos os projetos que pus em marcha e nas equipas que nomeei, com a certeza de que continuarão a trabalhar para a causa pública e para o bem do país, muito para além da minha passagem por esta pasta. Saio orgulhoso por ter integrado desta forma um Governo tão reformador quando humano, na resposta que sabe dar às circunstâncias em que encontrou o país", sustentou, em nota publicada na altura na rede social Facebook.

Num extenso texto no Facebook, Vasconcelos traçou, à data, um retrato do seu trabalho como secretário de Estado, sustentando que se propôs, ao aceitar o cargo, a "colocar a indústria portuguesa numa posição de liderança perante a revolução industrial da digitalização" em todo o mundo, "criar soluções de capitalização e investimento para as empresas que querem reestruturar-se e crescer" e "facilitar a vida às novas empresas e aos empreendedores nos seus esforços de tentativa e erro e no caminho para a internacionalização".

Nascido em Leiria, em setembro de 1975, João Vasconcelos, que integrou o executivo de António Costa entre 2015 e 2017, era atualmente colaborador da consultora financeira Clearwater International como 'senior adviser' para a área das 'startups' e empresas de tecnologias de informação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório