Meteorologia

  • 19 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Problema da dívida "asfixiante" da CP está em vias de resolução

O presidente da CP -- Comboios de Portugal, Carlos Gomes Nogueira, disse hoje que o problema da dívida "asfixiante" está em "vias de resolução" e que a empresa está a caminhar para resultados positivos.

Problema da dívida "asfixiante" da CP está em vias de resolução
Notícias ao Minuto

14:09 - 06/03/19 por Lusa

Economia presidente

A CP ainda não divulgou resultados relativos ao exercício de 2018, mas em 2017 o prejuízo da empresa baixou em 32,6 milhões de euros para 112 milhões de euros, segundo o relatório e contas publicado.

Falando hoje na comissão de Economia, Inovação e Obras Pública, Carlos Gomes Nogueira, disse que a empresa está a caminhar para resultados positivos "com a reestruturação financeira, investimento em material circulante, o tráfego a crescer e o contrato de serviço público".

Isto, apesar de lamentar a falta de investimento público na ferrovia nos últimos anos.

Segundo Carlos Gomes Nogueira, a CP também não tem sentido "o sufoco das cativações", referindo que "quem cativa descativa".

"Temos uma dívida asfixiante de 2,6 mil milhões de euros", disse o responsável, referindo que "o problema está em vias de resolução para o saneamento financeiro da CP", tendo sido apresentado à tutela um plano de reestruturação financeira para a redução dessa dívida.

"Tem existido uma melhoria substancial nos resultados líquidos", disse ainda, acrescentando que está em curso o contrato de serviço público que permitirá que a empresa volte a receber compensações pelo serviço público.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório