Meteorologia

  • 22 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Pausas no trabalho? Apenas 14% das pessoas 'param' de 90 em 90 minutos

Fazer pausas durante o tempo de trabalho é um dos fatores indicados como essenciais para melhorar o desempenho.

Pausas no trabalho? Apenas 14% das pessoas 'param' de 90 em 90 minutos
Notícias ao Minuto

14:39 - 04/03/19 por Notícias ao Minuto 

Economia Estudo

Apenas 14% dos trabalhadores portugueses fazem pausas de 90 em 90 minutos, de acordo com o livro "RELOAD". Porém, fazer pausas com esta periodicidade é um dos fatores indicados como essenciais par melhorar o desempenho.

De acordo com o mesmo livro, apenas 36% dos inquiridos dorme as sete horas necessárias, segundo um comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso. 

"A vida profissional ocupa a maior parte do tempo ao longo da semana e é necessário encontrarmos fórmulas de preservar o nosso bem-estar, ou levaremos o nosso corpo e mente aos seus extremos. É possível, da maneira certa, ter uma boa performance e conjugar a vida profissional com a vida pessoal", refere o autor do livro, José Soares.

A fadiga, o stress e o 'burnout' são as consequências diretas destes problemas e da má gestão da vida profissional, que afeta a vida pessoal, segundo o mesmo comunicado. 

Por este motivo, apenas 12% dos trabalhadores dizem sentir-se "muito bem" quando o dia começa. 

Estimular o bem-estar e melhorar a 'performance' são alguns dos temas que vão ser abordados na Expo RH, um evento que se realiza a 27 e 28 de março, no Centro de Congressos do Estoril. José Soares, autor do "RELOAD", vai ser um dos oradores do evento.  

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório