Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2019
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 21º

Edição

Contas da FC Porto SAD no positivo com uma 'ajuda' da Champions

A FC Porto SAD enviou, esta quinta-feira, para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) o relatório e contas consolidado relativo ao 1.º semestre 2018/2019, dando desde logo conta de um "resultado líquido positivo de 7.158 milhões de euros".

Contas da FC Porto SAD no positivo com uma 'ajuda' da Champions

Na informação que o FC Porto SAD fez chegar, esta quinta-feira, à CMVM destaca-se o facto de ter sido alcançado um "resultado líquido consolidado positivo em 7.158 milhões de euros, que se destaca dos 23.926 milhões negativos apresentados no período homólogo".

Apesar do "acréscimo dos custos", refere a SAD dos dragões os "resultados operacionais - excluindo resultados com passes de jogadores - aumentaram significativamente, atingindo agora os 32.894 milhões de euros, pelo crescimento das receitas operacionais".

Para tal inversão das contas contribuiu "o aumento das receitas obtidas pela participação do FC Porto na edição 2018/2019 da UEFA Champions League", assim como "ao início da contabilização do contrato celebrado com a Altice, em dezembro de 2015, para a cedência de direitos de transmissão televisiva".

Mas vamos a contas. Tal como no mesmo período do ano passado, "as rubricas relacionadas com passes de jogadores (...) alcançaram um saldo líquido negativo - agora de 14.992 milhões de euros - por não se terem efetuado vendas de direitos desportivos de jogadores por valores relevantes neste 1º semestre".

No que diz respeito ao capital próprio consolidado "atingiu os 31.509 milhões negativos em 31 de dezembro de 2018", o que ainda assim, destaca a SAD, "representa uma melhoria de 6.611 milhões de euros face a 30 de junho, devido à incorporação do resultado líquido obtido".

Já o ativo total líquido "reduzido em 60.148 milhões de euros face a 30 de Junho de 2018, atingiu agora os 365.905 milhões, fundamentalmente devido à diminuição dos valores a receber de clientes". O passivo total, que atinge os 397.415 milhões, registou uma queda de 66.758 mihões, essencialmente devido à diminuição do valor global dos empréstimos, que foi reduzido em 59.091 milhões face a junho de 2018". 

Destaca ainda a FC Porto SAD a contribuição "muito positiva das empresas participadas no resultado obtido neste consolidado", principalmente "ao nível da PortoComercial, que apresenta um volume de negócios já bastante representativo na estrutura de receitas do Grupo".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório